Linguagem Corporal

3 tipos de mentirosos pra você se proteger

Anderson Carvalho
Escrito por Anderson Carvalho em 19/09/2020
5 min de leitura
3 tipos de mentirosos pra você se proteger
JUNTE-SE A MAIS DE 23 MIL PESSOAS.

Entre para a nossa Lista VIP e receba conteúdos exclusivos direto em seu e-mail!

Há 3 tipos de mentirosos que fazem parte do seu dia-a-dia e você nem se dá conta que existem, mas que podem trazer sérios danos para sua vida.

E nesse post, vamos entender um pouco mais sobre cada um deles e saber diferenciar cada um desses 3 tipos de mentirosos.

É comum em postagens nas redes sociais, quando abordamos um conteúdo mais técnico, onde a opinião pública se confunde com afirmação científica.

Se faz então necessário, abordar com uma ótica da ciência, o que são e quem são esses mentirosos, para então leva-los a compreensão de fatos, não apenas a uma opinião própria.

Quais as diferenças entre: psicopatas, mentirosos patológicos e mentirosos naturais?

Mentirosos Naturais

Mentirosos naturais, são pessoas que mentem com facilidade e na maioria das vezes são muito bem sucedidas nessas mentiras. Elas sabem dessa habilidade e a utilizam a seu favor.

É um dos tipos de mentirosos mais difíceis de serem pegos, pois fazem da mentira uma extensão de suas vidas.

Eu sei que você pode estar preocupado ou pensando que um mentiroso natural seria um psicopata, mas calma que chegaremos lá.

Um mentiroso natural reconhece seus erros, sabe de suas atitudes e se pegos na mentira, se sentem envergonhados, se arrependem do ocorrido.

Ao contrário dos psicopatas, eles não se utilizam da mentira para prejudicar outras pessoas. Usam sua habilidade para vender, defender seus clientes no tribunal, encenar em uma peça teatral. Podendo ser eles diplomatas, pessoas que lidam com outras pessoas e necessitam do famoso ‘jogo de cintura’ para sobreviver.

Psicopatas

É um termo  utilizado de forma pejorativa e equivocadamente por 99% das pessoas que o pronunciam, uma pessoa de personalidade antissocial, conhecido como Transtorno de Personalidade Antissocial – TPAS com base nos critérios do DSM – Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais 5.ª edição ou DSM-5.

Um psicopata pode estar ao seu lado, mentir para você e não sentir culpa ou vergonha pelos erros cometidos. Embora não haja um diagnóstico que leve o nome de psicopatia, o termo é usado com frequência para descrever pessoas manipuladoras e mentirosas. O que é um erro, pois já sabemos que nem todo mentiroso é igual.

Um exemplo clássico é de Ted Bundy, psicopata e serial killer que matou aproximadamente 36 mulheres.

Nota: Um psicopata não necessariamente é um serial killer, mas todo serial killer é um psicopata. 

Ted não demonstrava remorso, arrependimento e negou até ter a certeza que não teria escapatória. Na tentativa de não ser morto na cadeira elétrica, confessou alguns de seus crimes.

Mentirosos Patológicos

Um mentiroso patológico é aquele que tem comportamento crônico ou habitual de mentir compulsivamente, em razão clara de criar uma verdade inexistente. Podemos citar aqui a mitomania, também conhecida como “mentira patológica e pseudologia fantástica, a tendência duradoura e incontrolável para a mentira”, explica o psiquiatra e Coordenador da Equipe de Transtornos Psicóticos do AME Psiquiatria, Deyvis Rocha. O mitômano é aquela pessoa que mente compulsivamente, sejam pequenas mentiras “inofensivas” até histórias mirabolantes extremamente detalhadas.

Os políticos são psicopatas, mitômanos ou mentirosos naturais?

Acho que nunca foi tão perguntado, como é nos dias de hoje, sobre essa questão. E não é algo somente aqui no Brasil, como em quase todos os países onde há grupos de polarização partidária.

Embora não haja uma evidência que comprove que políticos são psicopatas ou tem alguma das outras duas características, há um estudo realizado por Kevin Dutton, psicólogo e escritor britânico, onde ele afirma que uma das coisas que os psicopatas têm em comum são as escolhas de carreira. Muitos deles ocupam posições de liderança, por conta de seu charme, coragem e valentia.

“Psicopatas funcionais usam sua personalidade carismática, imparcial e inflexível para serem bem-sucedidos na sociedade”, disse Dutton em entrevista ao Business Insider.

Pulo do gato

Sejam eles os ‘psicopatas’ ou mentirosos naturais, ambos possuem facilidade incrível de inibir os sinais que podem revelar quando estão vivenciando momento de estresse. É por esse motivo que se faz necessário aprender a reconhecer os 6 canais de comunicação e seus critérios de avaliação, para de fato saber até que ponto uma pessoa está demonstrando a credibilidade no que diz, ou se está tendo condutas dissimulativas.

O caminho mais prático e rápido para conquistar esse conhecimento, é por meio do M6C – Método 6 Canais, uma metodologia baseada no protocolo Scan-R – Six Chanel Analysis Real Time, que possibilita reconhecer os sinais de incongruências que uma pessoa deixa escapar.

Olá, Sherlock,

o que você achou deste conteúdo? Comente aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *