Linguagem Corporal No Processo de Coaching

Tempo de leitura: 8 minutos

Linguagem Corporal para coach não é frescura e nem uma invenção, é a base do seu trabalho se deseja ter sucesso. Se você é coach e não sabe nada de linguagem corporal, então não é coach!

Em outro artigo, falamos da importância do profissional de coaching aprender Linguagem Corporal.

O exclusivo que se tornou commodity

Desde 2014, o coaching  que antes era um processo apenas destinado às empresas e muito caro, vem se tornando uma espécie de movimento popular e ganhando cada dia mais adeptos pela área.

De certa forma isso é ótimo, pois cada profissional tem uma experiência em determinada área e consegue criar produtos e serviços que atendam melhor cada setor. Em contrapartida, o lado ruim está na maioria dos coaches fazerem as mesmas coisas, do mesmo jeito que as instituições ensinam. Acabando assim, ao invés de impulsionar um profissional, a fazer com que ele dependa da instituição como a única fonte de verdade.

Muitas empresas de formação de novos profissionais em coaching criam replicadores da “fórmula do sucesso” delas, criando assim uma leva de coaches que replicam o mesmo conteúdo e consequentemente leva novos clientes para dentro das empresas, ao invés deles mesmos serem promovidos.

Meu primeiro contato com o coaching foi em 2008, de lá pra cá já tive a oportunidade de passar por algumas das maiores instituições do Brasil. Por mais que cada um defenda de forma legítima seu método de ensino, coaching é coaching, não existe algo sobrenatural em nenhum curso que justifique o argumento de método único e exclusivo, como alguns gostam de afirmar.

Os equívocos no Coaching

Coaching é um processo de perguntas poderosas, que o profissional coach, faz para seus coachees. Perguntas e respostas são processos complexos, que requerem atenção plena e compreensão do estado emocional do coachee.

O coach pressupõe que o coachee precisa de ferramentas X, Y ou Z, sendo que o mais importante de uma sessão é negligenciado pela maioria das formações, e quando passam essa informação, da necessidade das ferramentas, é de maneira não coerente com a realidade, por se basear apenas no que a PNL diz e que está completamente ultrapassado.

Se um coach não entende de pessoas, então ele não é coach. Ele pode saber tudo de ferramentas, tudo sobre a história do coaching, tudo sobre todos os cursos da instituição, já ter lido 1001 livros sobre o tema, fazer as melhores perguntas sobre o tema, mas se ele não souber ler e interpretar seu coachee, de nada isso adiantará.

Meus tropeços no Coaching

Recordo que quando eu comecei o meu primeiro processo de coaching, eu sabia tudo que tinha de ser feito, mas sentia que as sessões não caminhavam como era de se esperar. Fui um dos melhores alunos da formação, fizeram uma avaliação com a capacidade de fazer perguntas e utilizar as ferramentas, viam que eu tinha uma habilidade de criá-las de forma a atingir profundamente o cliente, mas nas sessões não fluía como deveria.

Com isso, era mais curso, mais conhecimento e todos na mesma linha proposta pela instituição. Com a sensação de que faltava algo a mais, passei por instituições para entender o modelo de ensino e ver qual se adequava melhor a mim e, honestamente falando, o que vi, senti e vivi dentro de todas as instituições foi o mesmo conteúdo aplicado de formas diferentes. Uns mais motivadores e outros mais cognitivos, mas a proposta final era a mesma, o conteúdo era o mesmo.

Percebi que havia mais interesse em levantar uma bandeira e dizer que o trainer era mais qualificado do que o outro, por que ele cobrava X vezes mais, que era criador do método X ou Y, do que realmente em entregar um diferencial para seus alunos.

Foi aí que entendi que nenhuma formação em coaching vai te ensinar a importância de compreender sobre pessoas. Descobri que “ouvir na essência” não é suficiente, é preciso “observar na essência.”

Linguagem Corporal para Coaches é sobre coerência

Linguagem Corporal para Coaches não é sobre uma nova formação. Na verdade, nenhuma formação aborda a importância desse quesito para os profissionais que estão dentro de uma sala durante alguns dias.

Você só pode ajudar seu coachee se realmente souber o que ele precisa. Em uma sessão é comum acharmos que sair do ponto A e ir para o B como é ensinado didaticamente, é suficiente.

Seu coachee pode sim ter uma demanda que pareça ser coerente com as suas afirmações e assinalar verbalmente, mas será que o corpo dele e as expressões faciais estão de acordo com esses objetivos?

Não podemos confundir um momento de emoção com decisão, da mesma maneira não podemos achar que ao chorar em uma sessão ele está arrependido das decisões.

Automaticamente deixamos nos enganar por confiar demais nas nossas intuições. Afinal de contas, você é coach, pagou uma alta cifra pra ter esse conhecimento, tem que tirar de letra as sessões ou, ou, ou o problema é o coachee que não se compromete com suas metas e objetivos.

Já ouvi isso pelo menos uma centena de vezes e acredito que você também deva ter escutado ou até mesmo passado por isso. “O problema é que meu coachee não se compromete com seus objetivos”. Sim, sempre terão aqueles que estão a passeio, mas também haverão aqueles que estão obstinados a conquistarem algo grande.

Em uma sessão de 30 minutos eu já sei se devo ou não assumir compromisso com um cliente e na maioria das vezes eu o dispenso. Quando um cliente me contrata, meu foco é 100% em ajudá-lo. Irei comprometer os meu 100% para ele em cada sessão que estivermos juntos, seja por 1 hora ou por 2. Mas se eu não vejo em sua linguagem Corporal os mesmos 100%, mesmo que ele esteja disposto a pagar o que costumo cobrar, que não é barato, eu abro mão de atendê-lo.

Sou um profissional de performance, me pagam pra ajudá-los a atingir alta performance, portanto, se eu não vejo realmente o interesse por trás das expressões faciais e nem da linguagem corporal do interessado, é melhor que outra pessoa o atenda. Em todo negócio que entro, entro pra ganhar, e ganhar pra mim não é sobre primeiro lugar, mas realmente atingir o resultado desejado por quem me contrata.

Como a Linguagem Corporal pode te ajudar?

De diversas formas, tanto para se apresentar melhor ao seu cliente, pois você conseguirá ser congruente com suas falas ao interpretar seu coachee e persuadi-lo, como perceber se realmente ele está interessado no que você tem a oferecer.

Não há nada de sobrenatural ou complicado que você não possa aprender, muito pelo contrário. Linguagem Corporal se aprende na prática. Você precisa de uma base pra entender, mas é a prática que vai lapidar sua forma de olhar.

Você com conhecimento sobre Linguagem Corporal conseguirá, tanto selecionar melhor seus clientes tirando informações que verbalmente eles não lhes contariam, como também a influenciar melhor.

Lembre o seguinte: pelo menos 90% da sua comunicação não está no conteúdo que você fala, mas na maneira de falar e a forma de agir durante a fala.

E como disse no início desse post, a maioria das instituições ensinam métricas que não foram atualizadas, dando a você em uma formação, conteúdo que precisa ser revisto, pelo preço de algo contemporâneo.

Questione o óbvio! Se você enquanto profissional de desenvolvimento pessoal não sabe linguagem corporal, é hora de começar a aprender, pois o coaching como tem se visto, vem se tornando commodities. Não saber sobre pessoas pode custar caro para sua carreira.

E foi pensando em como trazer esse conhecimento de uma forma mais simples e prática para Profissionais que trabalham com Desenvolvimento de Pessoas, como Psicólogos e Coaches, que resolvi organizar o maior Workshop Online de Linguagem Corporal das Américas!

Se você quer descobrir como a Linguagem Corporal pode Aumentar os Resultados do Seu PROCESSO DE COACHING, Impactar mais Pessoas e Potencializar Seu Negócio, CLIQUE AQUI e faça sua inscrição para garantir sua vaga!

Você pode aprender mais sobre a Linguagem Corporal de forma muito mais ampla do que possa imaginar. No Workshop online reuni especialistas de 10 países em diversas áreas, que te ensinarão como a Linguagem Corporal pode te beneficiar de uma forma simples e prática.

CLIQUE AQUI e Garanta Sua Inscrição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *