Como Identificar um sorriso verdadeiro

Tempo de leitura: 4 minutos

Um sorriso verdadeiro transmite abertura para nos aproximarmos, confiança para dialogarmos, segurança para falarmos, esperança para sermos ouvidos.

Sorriso verdadeiro é o indicativo positivo mais desejado pela maioria das pessoas.

David Portes, conhecido também como The Camelot, aquele camelô que virou palestrante, diz que: “um belo e sincero sorriso tem o poder de abrir a carteira do cliente.”

Seus efeitos são imediatos, um sorriso verdadeiro tem o poder de conectar pessoas desconhecidas e transformar um dia nublado em ensolarado.

O sorriso pode apresentar alterações entre cultura e gênero. Acredita-se que as mulheres sorriem mais intensamente que os homens.

Mas como saber se um sorriso é realmente verdadeiro? Antes de termos essa resposta, precisamos compreender alguns estudos que ocorreram no passado.

O estudo de Duchenne

Guillaume Benjamin Amand Duchenne ou apenas Duchenne para os mais íntimos (rsrsrs), foi um neurologista francês, responsável por realizar estudos com impulsos elétricos na face de pacientes no ano de 1862.

Contestado por muitos profissionais de sua época como louco, Duchenne na realidade era visionário.

As contribuições de Duchenne para a ciência são incontestáveis. Foi ele que fez a mais completa pesquisa sobre distrofia muscular.

Mas foi com a descoberta do sorriso verdadeiro, que Duchenne ganhou a admiração de especialistas como Paul Ekman e Wallace Frisen, na década de 90, após ter seu estudo revisado e reconhecido.

Baixe nosso eBook onde falamos contamos à história da Linguagem Corporal

Duchenne observou por meio da eletroterapia, recurso desenvolvido por si mesmo, (utilizado pelos fisioterapeutas nos dias atuais), como os músculos da face se manifestavam após sofrerem estímulos elétricos.

Foi com esses estímulos que o músculo facial Zygomaticus Major – Zigomático Maior, o principal responsável pela identificação de um sorriso verdadeiro, foi identificado.

Ao fazer essa observação, Duchenne passou a contar piadas para o mesmo paciente que estava usando para seus estudos, e percebeu que esse mesmo músculo se manifestava quando a piada era engraçada.

Quais as diferenças entre Sorriso Social e Sorriso Verdadeiro

Enquanto o sorriso verdadeiro é uma sincera manifestação da emoção felicidade, ou seja, uma pessoa está realmente se sentindo feliz, o social funciona como uma máscara pessoal, uma maneira de ser educado ou simpático com a outra pessoa. É denominado de falso por ser manifestado de maneira mecânica, sem que a emoção de felicidade esteja presente.

Enquanto o sorriso verdadeiro acontece primeiramente no cérebro, o social é “forçado.”

 

Sorriso da esquerda é o social, e o da direita o verdadeiro.

Perceba que a intenção não é enganar, mas sim mostrar-se simpático ou convencer a outra pessoa que é confiável e que não há perigo. Basta olhar fotos de políticos, apresentadores de TV, outdoors com anúncios de estética ou anúncios de odontologia. Esses, são os lugares que mais podemos perceber um sorriso social se manifestando.

Tempo de duração

O sorriso verdadeiro dura em média 2 segundos, é uma emoção breve, assim como todas emoções quando sinceras. Já o falso pode durar mais tempo, chegando até cinco segundos.

Músculos envolvidos

O músculo Zigomático Maior quando acionado, também ativa os músculos do Orbicularis Oculi, influenciando na aparência das bochechas, pálpebras inferiores e os famosos pés de galinhas no canto dos olhos.

Os sorrisos sociais requerem mais esforço e com isso em alguns casos fazem o uso de mais músculos para se manifestarem. Como: Zigomáticos menor e maior, bucinador, risório.

Utilizando o sorriso para disfarçar uma emoção

O sorriso é a emoção universal mais popular que pode ser mais facilmente notada nas fisionomias. É um indicativo de positividade, abertura ou seja, um sinal verde para prosseguir.

Sorriso Social
Tentativa de suprimir emoção de raiva.

Em alguns casos, como tentativa de “mascarar” a emoção verdadeira que esteja sentindo: raiva, tristeza, medo, nojo, ou até mesmo uma situação, como uma mentira (duping delight). Uma pessoa pode utilizar do sorriso social para disfarçar. Ainda assim é possível identificar qual a emoção por detrás daquele sorriso. Desde que o contexto seja analisado.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *