Como destacar na entrevista de emprego utilizando Linguagem Corporal

Tempo de leitura: 6 minutos

Você vai para uma entrevista de emprego, chegando lá, diversos candidatos disputam a mesma vaga. Você olha para seus concorrentes e se pergunta: O que me diferencia deles? O que tenho que eles não tem? O que sei que eles não sabem? Como posso ser contratado ao invés deles?

E não se engane, essa é a pergunta que mais faço para todos que contratam meus serviços. E incrivelmente, em mais de 98% das vezes, noto a boca secar, gaguejar, uma expressão de medo e tristeza tomam conta desses clientes.

Por esse motivo, escrevi esse artigo que irá te ajudar a responder essas questões quando você for concorrer a uma vaga de emprego.

4 dicas para se dar bem na Entrevista de Emprego

Se você já foi para uma entrevista de emprego possivelmente passou por situação semelhante e sabe que não é nada fácil quando se depara com algo assim.

Diversos questionamentos costumam tomar conta da nossa cabeça e em alguns casos duvidamos de nós mesmos, se somos bons o suficiente para ocupar o cargo que foi anunciado.

Mas daí, você tem um grande diferencial que é entender de Linguagem Corporal e saber comunicar de forma plena.

Mesmo que suas habilidades curriculares não sejam tão grandiosas quanto as demais, se você demonstrar confiança, poder e saber se conectar com o recrutador, as chances de ser contratado podem aumentar e muito.

Prepare seu Mindset

Ao ser convocado para entrevista de emprego, mude sua mentalidade. A mudança acontece primeiramente em seu mindset, tudo que o recrutador quer é alguém que corresponda às suas expectativas ou que as supere.

Tenha em sua mente que você é a melhor opção para ocupar esse cargo. Imagine-se nele, ensaie, treine como já tivesse anos de experiência e dominasse o tema.

Ah, mas e se for meu primeiro emprego? Não invente, mas imagine como seria ocupar aquela função na qual se candidatou.

Ser produto do produto é regra indispensável para qualquer profissional. Ser congruente com aquilo que se diz ser, conforme sinalizou na sua ficha de inscrição ou do seu curriculum, causará a primeira boa impressão.

Alinhe sua Postura

A primeira regra para uma entrevista de emprego é a imagem que você está vendendo para a empresa. Ao pegar na mão do recrutador, demonstre firmeza. O aperto de mão deve ser firme e alinhado.

Se o recrutador pegar em sua mão de maneira leve, seja mais firme, demonstre que você exala confiança. Nunca, jamais, em hipótese alguma faça um aperto de mão chamado de peixe morto, aquele que parece ter nojo de estar pegando nas mãos.

Nosso corpo e mente estão sempre se comunicando entre si e com as pessoas que estão à nossa volta. Nossa postura diz muito sobre quem somos, principalmente se somos confiantes para assumir a responsabilidade de um cargo.

Transmitir confiança através de uma postura ereta, aberta e firme, transmite uma imagem de confiança, de alguém que sabe o que fazer e que está preparado para assumir responsabilidades.

Psicóloga de Harvard Amy Cuddy ensina como utilizar sua postura para demonstrar poder

Da mesma maneira, uma postura arqueada demonstrará uma pessoa frágil e que no primeiro impasse pode colocar tudo a perder.

Empresas não querem profissionais que não suportam lidar com pressões. Aliás, empresas contratam soluções para seus problemas e não problemas para os que já tem.

Em uma entrevista de emprego, lembre-se: você está sendo observado mais pelo comportamento do que pelo que está no curriculum. Se eles te chamaram para entrevista, é sinal de que você tem algo que interessa a eles. Mantenha o queixo reto, olhar fixo, ombros retos e peito aberto, essa é a fisiologia do profissional de sucesso.

Tem dúvidas?

Fique de frente para o espelho e faça uma comparação entre um profissional com essas características citadas ou um profissional que anda com a cabeça baixa, ombros caídos e coluna flexionada para frente.

Ao ser questionado pelo recrutador, demonstre interesse com o corpo, incline-se mostrando interesse em ouvir sua pergunta.

Controle a ansiedade

Ansiedade reflete insegurança, tendemos a transferir para as mãos ou pernas, nossa ansiedade. Seja com a síndrome da perna inquieta, quando o candidato fica apenas com as pernas apoiadas pelas pontas dos dedos e favorecendo o balançar das pernas, ou pelas mãos, quando as escondemos e ficamos friccionando os dedos.

Em uma entrevista, mesmo que não tenha ainda entrado na sala onde será entrevistado, mantenha-se calmo. Não cruze os braços e nem esconda suas mãos.

Ao sentar diante do entrevistador, deixe suas mãos onde ele possa ver. Não cerre os punhos, mãos devem estar abertas.

Mãos abertas é um sinal que emitimos para mostrar confiança, honestidade. Quando a polícia pega um suspeito, a primeira coisa que o suspeito faz é mostrar que não está segurando uma arma. Esse gesto vem desde os tempos das cavernas, quando o homem mostrava as palmas das mãos quando um inimigo o capturava, para que não fosse machucado.

Trazemos até os dias de hoje esse costume, portanto, deixe suas mãos abertas!

Valorize sua comunicação

Comunicar bem não é sobre falar bonito, mas sobre ser compreendido e não deixar nenhuma dúvida. Em uma entrevista de emprego, eles querem ter a certeza de que você é a pessoa certa para ocupar o cargo.

Fale bem, mas não complique, siga a tonalidade vocal do entrevistador.

Utilize gestos de forma inteligente para demonstrar coerência com a sua fala. Gestos valorizam a mensagem passada, visto que sua Linguagem Corporal representa mais da metade da sua comunicação.

Olhe nos olhos do entrevistador, mostre a ele que você é sim o profissional que ele procura e que sua entrevista não é apenas mais uma depois de um dia exaustivo ouvindo histórias.

Uma pesquisa realizada com recrutadores pela Professora de Harvard e Psicóloga, Amy Cuddy, constatou que a maioria dos recrutadores não contratou os profissionais que deram as melhores respostas e nem os que tinham os melhores currículuns, mas aqueles que demonstravam mais confiança sem serem arrogantes.

Tem um jeito de aprender essas dicas de maneira prática?

Claro que sim! Criei o maior Workshop Online de Linguagem Corporal já produzido, e lá você poderá aprender muito mais coisas sobre esse fantástico universo chamado, Inteligência Não Verbal.

Sem sombra de dúvidas é um conteúdo que irá te diferenciar no mercado de trabalho, já que estamos falando de desenvolvimento de inteligências.

Clique na imagem e saiba como participarWorkshop Online de Linguagem Corporal

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *