O que é Paralinguagem?

Tempo de leitura: 4 minutos

O que é Paralinguagem?

O que é Paralinguagem? Respondendo sua dúvida: Paralinguagem é o conjunto de elementos não verbais que tem por finalidade alterar as características e sentido do que está sendo transmitido, através das palavras durante a comunicação, seja presencial ou através de algum aparelho eletrônico, rádio ou TV, fazendo assim a junção da dicção vocal, tonalidade, altura e velocidade. Expressada de forma consciente ou inconsciente, a Paralinguagem pode mostrar energia ou cansaço, alegria ou tristeza, raiva ou amor.

Pra Que Serve a Paralinguagem?

A paralinguagem foi recentemente introduzida em diversas redes sociais através dos emojis ou emoticons, com intuito de expressar um sentimento de como gostaríamos de sermos interpretados através das escritas. 🙂  😛  😀  😳  😆

Segundo estudos do Professor Emeritus of Psychology, UCLA, Dr. Albert Mehrabian, em uma de suas diversas pesquisas, cerca de 35% do que se fala está em “como” ao invés “do que” está sendo dito. Essa é uma regra que não se aplica a todos os contextos, mas o que ela nos mostra é que a força e maneira que transmitimos o conteúdo, pode ser valorizado ou desvalorizado. Prova disso é que os textos por muitas vezes geram desentendimentos por não expressarem na essência o que gostaríamos de expressar em palavras faladas

Todos nós temos uma identidade vocal, a qual é composta por: altura, velocidade, postura, dicção. Não é sobre ter uma voz bonita, mas em como utilizá-la de maneira que a mensagem a ser transmitida atinja seu objetivo da maneira mais precisa. Isso é possível com a utilização e junção de elementos que contribuem no resultado final.

Em uma mesma mensagem você pode fazer uma pessoa chorar de emoção ou sentir tédio ao te ouvir. Tudo depende de como são utilizados os elementos da voz. Prova disso são os diversos dubladores que existem diante centenas de perfis diferentes em uma dublagem.

Atente-se para essas dicas que irão ajudá-lo(a) a modular sua voz na hora de passar sua mensagem:

  • Dicção Vocal:
    A fala deve ser limpa e clara, suas palavras devem ser passadas de maneira que o interlocutor compreenda o que você está dizendo. Exercite sua fala até que pare de tropeçar em suas palavras. Busque exercícios simples e práticos como:Inspire e Respire: Inspire pelo nariz e encha seus pulmões, utilize os fonemas “i” e “u” até faltar o fôlego. Faça isso de 3 a 5 vezes por dia.Vibre seus lábios como fazia quando criança ao brincar com seu carrinho. É igual ao querer imitar o som do motor do carro. Faça isso por cerca de 30 segundos e vai aumentando gradativamente.Crie sílabas do tipo: Uau, Mua, Mau, Uma, Amu Uam, Aum / Mô, Mó, Mã, Má, Maçã, Maracanã,Leia textos em voz alta segurando um lápis com os lábios, na forma horizontal.

    Utilize trava línguas como: em rápido rapto, um rápido rato raptou três ratos sem deixar rastros.

    Quando perceber que está ficando fácil, busque por travas línguas difíceis e coloque um lápis horizontalmente entre os lábios novamente, para aumentar o nível do desafio.

  • Altura do que se fala:
    Falar alto a ponto de irritar ouvidos alheios ou baixo a ponto do outro não ouvir é algo que você deve estar atento. Suas palavras devem ser facilmente audíveis, portanto, calibre a altura, é justamente falando na mesma altura que o outro fala.
  • A Velocidade que se fala:
    Pessoas que tendem a atropelar as palavras são pessoas mais ansiosas pelas respostas. Elas tendem a querer processar mais rápido a fala já esperando um resultado. Passe a falar pausadamente com os exercícios ensinados no primeiro ponto, você conseguirá melhorar, mas para solucionar de fato, é preciso tratar a ansiedade.
  • A Postural Vocal importa:
    Ela pode ser dividida em 3 modalidades para melhor compreensão:
    1 – Caracterização como: sufocado, limpo, estridente, manhoso, sussurros, gritos, gemidos etc…2 – Qualificação: Intensidade do que está sendo dito.
    Exemplo: Um ano para recordar… (fale essa frase de diversos tipos e verá o que são os qualificadores)3 – Segregação vocal: gírias, tiques, pausas do tipo, é…, humo, hummm, então…, estalos com a língua (que dificilmente percebemos).Saber utilizar todo o poder de sua identidade vocal a seu favor, é uma poderosa arma para influenciar e encantar pessoas.

 

“A identidade vocal é uma poderosa arma para influenciar e encantar pessoas!”

 

Atente-se para a forma (“como”) que as pessoas se dirigem à você para falar algo, e preste atenção em quais reações essas palavras lhe causam.

Os grandes oradores e palestrantes tinham como principal arma na hora de persuadir multidões, uma identidade vocal de alto nível, já que sabiam como transmitir suas palavras a ponto de entrarem no coração de cada pessoa.

Vamos praticar?

Livros Recomendados:

[amazon_link asins=’B00KYWLIUU,8502230409,B00DN8P6Y6,B01HFPP6JM,858057935X,B00DN8P6YG,B00CMDHI94,8543102960′ template=’ProductCarousel’ store=’coach0b3-20′ marketplace=’BR’ link_id=’2f6640e1-2ce6-11e7-8a31-bd54caa3f8b0′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *