Comunicação dos Candidatos à Presidência

Tempo de leitura: 8 minutos

Os candidatos sabem da importância de ganhar a confiança do eleitor. Votos são conquistados através da confiança. Se você consegue influenciar o eleitor sobre suas intenções, certamente ganhará seu voto.

Mas a pergunta é: qual desses candidatos possui uma comunicação mais influente sobre os eleitores? Quem transmite mais confiança? Quem é o mais coerente?

Estamos próximos das eleições e como todos sabem, os discursos dos candidatos são praticamente os mesmos, nada de muito novo, nada tão interessante, mas ainda assim, existe esperança em colocar um presidente que realmente cumpra com sua palavra.

Sabemos que política é muito mais complexa do que um belo discurso redigido e ensaiado. Masssss, não estamos tendo nesse momento, nem um belo discurso e muito menos uma comunicação influente.

O Perfil da Comunicação dos Candidatos à Presidência

Os critérios utilizados para analisar os Candidatos.

  1. Não se trata de uma análise de propostas políticas, mas da comunicação dos candidatos à presidência;
  2. Não estamos buscando incongruências relacionadas a trapaças ou condutas desonestas, nem analisando o que é verdade ou mentira sobre os argumentos, mas a forma como cada candidato se comunica;
  3. Essa análise poderá ser alterada ou talvez fazermos complementos, já que a base dela está no primeiro debate realizado pela TV Bandeirantes;
  4. Não temos preferências sobre os candidatos, é uma análise neutra, sem intenção de formar opiniões ou influenciar na sua decisão.
  5. Os candidatos analisados estão em ordem alfabética.

A base utilizada para analisar os perfis dos candidatos.

A base seguida foram os princípios do DISC, um modelo próprio inspirado na ferramenta criada por William Moulton Marston para criar categorias onde ficasse direcionado para o objetivo da comunicação.

Essa é a mesma base que utilizamos em treinamentos, porém, aqui no site, encontra-se de maneira compacta e pode ser utilizada por você para ver qual o tipo de comunicação é predominante.

Quadrante da Comunicação

Temos um artigo onde falamos sobre perfis comportamentais que pode ser lido aqui 

Álvaro Dias

Álvaro Dias

 

 

 

 

 

 

 

Álvaro Dias é um dos candidatos que tem o perfil característico PACIENTE.  Possui fala mansa, espaçada, tonalidade baixa/média. Sua comunicação Não Verbal fica a desejar, já que os movimentos são muito lentos, o que transmite um pouco de “preguiça” em quem o assiste.

Tem uma característica formal muito forte e o eleitor nem sempre está tão interessado em ouvir explicações demasiadas, pois parece que está querendo dar detalhes demais.

Possui argumentos fracos e limitados. Suas perguntas distanciam da maioria da compreensão dos eleitores, o que não gera nenhuma atratividade.

Perfil:  PACIENTE

Pontos fortes: Paciência para falar

Pontos negativos: Formalidade excessiva e muito explicativo

Pontos a melhorar: Comando, energia e força são elementos que poderiam dar a ele mais notoriedade.

 

Benevenuto Daciolo (Cabo Daciolo)

Cabo Daciolo

Cabo Daciolo ultrapassa de forma absurda a linha da liderança para arrogância. Com um alto índice de DOMINÂNCIA, sua verbalização é idêntica à Linguagem Corporal.

Ele esbraveja tanto em tonalidade quanto nas palavras, os gestos são completamente coerentes, o que deixa claro que não é ensaiado.

É o tipo de candidato que impõem ao invés de influenciar. Em outros termos, ele amedronta ao invés de estimular.

Não tem argumentos suficientes para debater e não respeita seus concorrentes. Faz das suas convicções, verdades absolutas. Não consegue responder perguntas mais elaboradas.

Obs: Geralmente, pessoas com índice elevado de dominância, são tidas como as sinceras demais.

Perfil: DOMINANTE

Pontos fortes: Confiança e firmeza

Pontos negativos: Arrogância e autoritarismo

Pontos a melhorar: Falar mais compassadamente, utilizar gestos mais amplos e demonstrar carisma. Responder o que é perguntado, é um adendo importante.

 

Ciro Gomes

Ciro Gomes

Ciro navega em uma linha perigosa e exibicionista. Literalmente ele caminha em uma linha do genial ao debochado. Tem perfil misto gravitando pelo ANALÍTICO e DOMINANTE.

Um dos fatores interessantes de Ciro é que quando está utilizando seu perfil ANALÍTICO para falar, ele consegue ser carismático e utiliza juntamente sua influência. Mas ao primeiro passo que alguém o desconcerta, ele logo se torna DOMINANTE e passa a fazer ataques destemperados.

Possui argumentos rápidos, diretos e bem elaborados. O que não quer dizer que sejam sempre coerentes.

Sua comunicação Verbal e a Linguagem Corporal são medianas. O que sugere não querer proximidade com o público e é difícil em ser compreendido, já que suas explicações as vezes são bem complexas.

Perfil: ANALÍTICO

Pontos fortes: Argumentos rápidos e perguntas desconcertantes

Pontos negativos: Debochado, utiliza o conhecimento para humilhar ao invés de encantar

Pontos a melhorar: Mais energia ao falar e menos comando e cinismo

 

Geraldo Alckmin

Geraldo Alckmin

Apesar de ser uma figura um tanto “apagada”, considerado sem graça,  Alckmin tem carisma, sabe utilizar a elegância para comunicar.

Possui gestos que adequam bem as palavras, tonalidade vocal e compasso da fala. Digamos que ele tem o conjunto ideal para sua imagem. O que não quer dizer que não possa ser melhorado. Características que possam fazer com que seja visto como um líder, o ajudariam a ser um dos candidatos de maior notoriedade.

Seu perfil é PACIENTE e INFLUENTE. Possui bons argumentos e não é redundante na sua comunicação.

Perfil: PACIENTE e INFLUENTE

Pontos fortes: Elegância para falar

Pontos negativos: Falta de brilho, energia, é cansativo ouvir ele falar, apesar de não ser redundante

Pontos a melhorar: Transmitir mais energia, motivação e ousadia.

 

Guilherme Boulos

Boulos tem características voltadas para INFLUENTE. É um bom comunicador, sabe utilizar razoavelmente bem as palavras e gestos. Porém, possui discurso vitimista, repleto de clichês e distorcendo os fatos.

Não consegue fundamentar uma pergunta onde não haja uma ofensa ou distorção. Tenta pegar seus oponentes nos seus pontos fracos, mas na realidade quem fica vulnerável é sempre ele.

Tem carisma menos forçado que os seus concorrentes. Gosta de comunicar e falar para as pessoas. Não possui bons argumentos e muito menos consegue ser coerente com suas afirmações.

Perfil: INFLUENTE

Pontos fortes: Carisma

Pontos negativos: Falta de argumentos, perguntas agressivas, vitimismo exagerado

Pontos a melhorar: Gestos amplos, substituir o vitimismo pela dor, sem ser redundante.

 

Henrique Meirelles

O mais confuso de todos. Apesar de ser um dos candidatos mais experientes e ter tido um papel de grande importância nos governos anteriores. Meirelles demonstrou ser submisso a todo momento, tentando se explicar ao invés de expor seus ideais. Parecia que ele estava em uma entrevista e não em um debate.

Possui forte característica que gravita entre PACIENTE e ANALÍTICO. Tem dificuldades em fazer uma comunicação que envolva. Não tem carisma e gesticula absurdamente.

Perfil: PACIENTE e ANALÍTICO

Pontos fortes: Inteligência estratégica

Pontos negativos: Dificuldade em fundamentar suas perguntas e é completamente submisso.

Pontos a melhorar: Gesticular menos, ter mais ênfase na fala, ser carismático e mais ativo.

 

Jair Bolsonaro

Bolsonaro se tornou uma figura icônica, o famoso #prontofalei que a maioria das pessoas em algum momento gostaria de ser, mas tem algum tipo de receio. Possui fortes pontos de DOMINÂNCIA com características INFLUENTES, o que ainda está longe de ser uma figura carismática.

Possui gestos autoritários e firmes, aliados com discursos pragmáticos, sem muitas explicações e detalhes.

Em discursos mais longos ele pode facilmente se perder, mas em discursos pequenos ele consegue ser preciso.

Perfil: DOMINANTE

Pontos fortes: Sinceridade, objetividade e bons argumentos

Pontos negativos: Temperamento curto, cede facilmente às provocações. O famoso “te pego na saída.”

Pontos a melhorar: Carisma, paciência e a Linguagem Corporal

 

Marina Silva

PACIENTE que tenta ser INFLUENTE, mas que não tem conseguido esse feito.

A candidata Marina Silva tem características de uma PACIENTE que joga na INFLUÊNCIA. Ela não é submissa, mas falta tato, energia, vigor, para passar a imagem de uma mulher mais confiante.

O fato de ser mulher, já é algo que dificulta a maioria das pessoas a confiarem nela. Outro ponto é a altura e a tonalidade vocal.

Marina transmite a imagem de uma pessoa frágil e delicada, o que infelizmente para uma comunicação influente, é algo que dá mais trabalho de conseguir. O que não é impossível.

Candidatos como a Marina correm o risco de passarem despercebidos. Podemos ver isso durante esses quatro anos, onde esteve ausente das mídias e veículos de comunicação.

Possui excelente verbalização das palavras, mas é redundante, dá voltas antes de entrar no assunto e isso quebra expectativas de quem está a ouvindo.

Perfil: PACIENTE

Pontos fortes: Bons argumentos e explanação dos argumentos

Pontos negativos: Não transmite confiança, falta energia, viço e paixão nos gestos e corpo

Pontos a melhorar: Presença, comunicação, gestual e objetividade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *