Motivação Sem Técnica Não Adianta Pra Nada!

Tempo de leitura: 7 minutos

Motivação, Inspiração ou Técnica?

“Na subida do Everest existem centenas de corpos de pessoas altamente motivadas”

Motivação nem sempre é a única solução. Quando ouvi essa frase pela primeira vez, estava fazendo pesquisas sobre o Everest, um lugar que ainda um dia irei escalar. Não tenho a pretensão de chegar ao cume, mas sempre nutri o desejo de ao menos pisar em um dos acampamentos próximos a ele.

Em um primeiro momento essa frase parece desmotivadora, mas se analisarmos com um olhar um pouco mais exigente, percebemos sua contemporaneidade.

A Motivação é importante?

Certamente que sim!

Frequentemente recebemos convites para palestrar em faculdades, empresas, feiras e demais eventos. Em tempos de crise, isso chega a aumentar de forma significativa. Ficamos lisonjeados pelos convites na mesma proporção da preocupação que isso nos causa, já que os convites em sua maioria estão ligados a remediação de um problema e não na manutenção.

Motivar pessoas é uma tarefa relativamente simples, porém nem sempre é fácil, já que cada ser humano é diferente, o tornando complexo de ser compreendido e desafiador de ser conquistado quando falamos em agrupamentos maiores.

Criar um ambiente motivador talvez seja um dos maiores desafios que podemos encontrar, já que o ambiente recebe interferências constantemente de pessoas que pensam diferente. Por esse motivo é imprescindível não só motivar como também criar manutenção diária.

Gosto de comparar motivação com combustível de um automóvel. Sem combustível o automóvel não anda, sem andar, não servirá para nada além de pegar poeira. Mas se você tiver um carro com tanque cheio e um motorista que não sabe dirigi-lo, também não servirá para muita coisa, já que no primeiro obstáculo ele pode ficar.

Motivar é importante sim, mas somente ele não vai te ajudar muito a chegar aonde deseja.

O Tal  “Oba Oba”  não dura muito tempo

Dizer frases de efeito achando que isso é suficiente para motivar uma pessoa, é perder tempo. Você já deve ter visto aqueles livros de sabedoria ou caixinhas de esperança, que utilizam de versículos bíblicos para dar uma gota de otimismo para as pessoas que encontram-se em dificuldades momentâneas.

Um versículo bíblico só tem fundamento dentro de um contexto. Quando você o tira de um determinado contexto e leva para outro completamente oposto, você pode validar algo que não seja verdadeiro. Com frases de efeito isso não é diferente. Elas precisam estar dentro de um contexto original e não subjetivo.

Se você der uma rápida olhada nos títulos dos livros expostos em aeroportos, notará que o desenvolvimento pessoal se tornou um negócio altamente lucrativo. Lucrativo para o autor, para a editora e para a livraria, mas nem sempre para o leitor, já que a maioria fala mais do mesmo e não reflete uma experiência coerente com as palavras escritas.

Uma vez um grupo de executivos me revelou que teve um certo receio em me contratar para fazer treinamento, devido a última experiência com um outro profissional não ter sido uma das melhores.

Um dos executivos contou-me que um profissional que havia prestado serviços antes, apresentou um curriculum digno de ser admirado, mas no dia do treinamento os conteúdos eram vagos e não refletiam uma necessidade real da empresa.

Era tudo muito focado na motivação e inspiração, mas não havia um background consistente capaz de transmitir segurança para lidar com a realidade.

Grito de guerra, pitch, enfim, não importa. A inspiração que irá motivar seu pessoal à ação é importante, mas ela não irá durar se você não tiver base técnica do que precisa ser feito.

O que é preciso além da motivação?

Assim como não basta chegar no posto de combustível e pedir para encher o tanque, o automóvel precisa de combustível específico para locomover. Com pessoas, é preciso saber qual o “combustível” ideal para cada uma.

Por mais que faça o coletivo caminhar em direção aos objetivos propostos, a motivação é individual.

Cada ser humano recebe a informação de uma maneira particular e processa de acordo com suas experiências. Querer inserir o medo em uma pessoa que funciona através da esperança, não vai fazer com que ela produza mais, tudo que vai conseguir é gerar uma confusão enorme nessa pessoa, que consequentemente irá contaminar outras pessoas ao invés de contagiá-las.

Compreender como funciona as pessoas que compõem o seu ambiente é o primeiro passo para conseguir gerar comprometimento.

Qual é o seu porque? Por que acordo todos os dias e vou para o trabalho? Pode até ser pelo dinheiro, mas somente ele não trará sustentabilidade no comprometimento por muito tempo.

Saber o que deve ser feito e o porque se faz, deve ser sempre lembrado. Muitas empresas recorrem às palestras motivacionais por esquecer desse fato, que deve ser o principal norteador de um colaborador.

Um grande produto não é feito apenas por grandes cargos. Desde aquele que descarrega um caminhão, ao que cria o produto, participa do resultado final, os méritos são sempre de todos os envolvidos. Não se deve confundir um cargo de menor expressão como menos importante.

A técnica é importante?

Lembra do inesquecível e doloroso 7 X 1? Nem precisou citar do que se trata, para você já lembrar do resultado final.

Teve também os 3 X 0 da França em cima do Brasil, na Copa de 98, onde Ronaldo não estava bem e com isso não rendeu o que era de se esperar. Teve também o 1 X 0 da França, na Copa de 2006, onde o quarteto mágico foi chamado depois de quarteto trágico.

Poderia citar aqui outras derrotas da Seleção Brasileira, onde tínhamos certeza plena que poderia ser diferente se houvesse mais comprometimento e técnicas, ao invés apenas de motivação e inspiração.

Não é uma crítica ao futebol, até porque não tenho conhecimento e nem propriedade para falar disso. Apesar de ter treinado atletas do meio, a motivação é algo extremamente necessária para que o atleta continue a produzir aquilo que se espera dele.

Olhar para o dinheiro achando que esse é seu maior motivador, é um equívoco. Basta olhar para o imperador Adriano e ver que não é bem assim.

A Seleção Brasileira de Futebol detém o maior portfólio dentre todas as outras seleções, além de ser a única a participar de todas as edições da Copa do Mundo, é a que tem o maior número de conquistas e ainda assim cometem erros.

Ser uma “seleção 5 estrelas” não exime o grupo dos erros, por mais motivados e técnicos que eles sejam. Assim como a frase do início que nos fala sobre os corpos motivados na subida do Everest, estarem por lá congelados.

Ambos tem de caminhar juntos. Motivação para Ação, com conhecimento de causa, para que o efeito seja o esperado.

Contratar um coach ou qualquer profissional do desenvolvimento pessoal para falar frases de efeito e remediar um problema, é geralmente proveniente de displicência do responsável, só mostra que não tem respeito pelas pessoas, nem pelo trabalho delas e muito menos pelo dinheiro da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *