A Linguagem Corporal de Kim Jong-un e Moon Jae-in

Tempo de leitura: 3 minutos

Kim Jong-un e Moon Jae-in deram o primeiro passo para o tratado do acordo de paz. Um feito histórico e necessário para que a paz entre os dois países possa voltar a reinar.

E nós imediatamente analisamos a Linguagem Corporal dos líderes políticos.

O Encontro de Kim Jong-un e Moon Jae-in

A primeira impressão que podemos ter do encontro, foi que tudo estava muito tranquilo. A tensão maior parecia que estava nos seguranças e pessoas da confiança do líder coreano Kim Jong-un, que o cercava.

Podemos perceber que enquanto Moon Jae-in esperava o líder coreano chegar até o ponto, ele estava tranquilo.

O Primeiro Aperto de Mãos

Não se notava em nenhum dos dois, tensão ou algum tipo de incômodo. Apesar de termos imagens apenas da caminhada de Kim Jong-un até a divisa dos dois países. O aperto de mãos foi alinhado, na mesma proporção conotando igualdade entre os dois. (especula-se que houve ensaios para treinar esse momento).

Kim Jong-un e Moon Jae-in
Aperto de mãos neutro e respeitoso na fronteira – Foto: Reuters

O sorriso quebra gelo

O sorriso genuíno conhecido como sorriso de Duchein pode ser visto em ambas as faces.

É uma clara demonstração de que existe sim, abertura em ambos os lados para uma conversa.

Além do sorriso, a proximidade entre os dois é outro sinal claro de que há abertura pra conversa e negociação. Sabemos que durante décadas os dois países vivem sob muita tensão.

Ao olhar para os dois em diversos momentos, existem muito mais aberturas e pontos amistosos do que qualquer sinal de desconforto.

Kim Jong-un
Foto: GETTY – PISCINA

Visitando o lado norte coreano

Após Kim Jong-un cumprimentar e ir de encontro com Moon Jae-in no lado sul coreano, o líder sul coreano convida Kim para prosseguir a caminhada, mas Kim Jong o convida para que então pise no território norte coreano.

Nesse ponto, podemos perceber que Moon Jae-in se sente “pego de surpresa”, é uma reação que ele não esperava. Kim Jong-un como forma de sinceridade, pega na mão de Moon Jae-in e o leva até seu território.

Agarrar ou segurar as mãos com força, nas culturas coreanas, é considerado como rude, grosseiro.

Kim Jong-un e Moon Jae-in
Foto AP: ASSOCIATED PRESS

Comunicação aberta

Moon Jae-in possui características de bom comunicador. Repare que esse gesto com as mãos espalmadas na vertical e polegares para cima, é sinal de positividade e condução sobre aquilo que está sendo tratado. Apesar de ser um gesto teatral, é um gesto ilustrador, valoriza muito na comunicação argumentativa.

 

Moon Jae-in
Foto: Reuters

 

Após 65 anos, um líder norte coreano cruzou a linha demarcada por ameaças de bombas nucleares, podemos considerar um imenso avanço na comunicação não verbal de ambos.

Coreanos são mais reservados, não utilizam gestos e nem toques para enfatizar a mensagem, são mais contidos, discretos. E o que podemos perceber diante dessas imagens, é que a comunicação fluiu congruentemente.

Agora é esperar um encontro de Kim Jong-un com presidente Donald Trump para vermos qual será o comportamento de ambos os líderes.

Veja a análise da Linguagem Corporal de Donald Trump e Emmanuel Macron nesse artigo

Gostou do artigo e quer aprender a fazer análises de Linguagem Corporal? Então inscreva-se agora em nosso Workshop Online. São diversas palestras ministradas por grandes especialistas no assunto, para te ajudar no seu crescimento pessoal, social e profissional.

A maneira mais prática e inteligente de aprender Linguagem Corporal dentro da sua realidade.

Workshop Online de Linguagem Corporal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *