Emoção e Sentimento, Qual é a diferença?

Tempo de leitura: 6 minutos

Emoção e Sentimento, o que diferencia uma coisa da outra, ou é tudo igual?

É comum vermos pessoas fazendo confusões entre emoção e sentimento. Minhas caixas de entrada nas redes sociais ficam lotadas desse tipo de dúvida.

“O meio científico é lindo, porém confuso e desnecessário se seu objetivo não é aprofundar no tema.”

Faço o uso de analogias para simplificar e clarear uma informação que muitos gostam de complicar, para parecerem mais cultos ou com conhecimentos mais avançados.

O início da Emoção e Sentimento

Existem estudos que comprovam que a formação da Emoção e Sentimento inicia-se quando ainda está no útero materno.

Todos sentimentos e emoções dos pais durante a gestação de uma criança, transfere para o feto. Até a fase dos sete anos de idade, ele absorve e registra as crenças que irão se formar no seu padrão comportamental, na fase da pré-adolescência, adolescência e posteriormente na adulta.

O Erro de Descartes

Para falarmos sobre Emoção e Sentimento, precisamos evocar aqui um livro de suma importância que contribuiu para compreendermos melhor aquilo que antes era tratado como apenas filosofia. O Erro de Descartes, escrito por Antônio Damásio.

René Descartes foi o pai da da filosofia moderna, revolucionando a matemática e o pensamento científico. Descartes é considerado o maior nome do racionalismo, doutrina que postula a razão como a única fonte capaz de fornecer uma base segura para o conhecimento – “penso, logo existo”.

“Fique frio, use a razão, não deixe a emoção tomar conta, mantenha o foco na razão, “são termos que advém dos gregos para separar a alma=razão do corpo=matéria.

Descartes defende que emoções são separadas do corpo, já Damásio o contesta dizendo que tudo faz parte de um mesmo mecanismo. Olhando pela perspectiva evolutiva, se não tivesse o cérebro, não existiria também o corpo ou, se não existisse o corpo, também não haveria o cérebro.

O ambiente é registrado em nosso organismo de diversas maneiras: Visão, audição, mucosa nasal, papilas gustativas. Os estímulos são enviados para os córtices sensoriais referente a cada um deles. O que isso quer dizer é que nosso corpo e mente interagem entre si. As relações entre ambos são imediatas.

Todas as representações que nosso cérebro cria para descrever uma situação, dependem de interações entre cérebro e o corpo.

A relação da Emoção e Sentimento

Emoção é um conjunto de respostas químicas/neurais baseadas nas memórias emocionais. Emoção surge quando o cérebro recebe estímulos externos. Conforme expliquei no tópico acima, os estímulos enviados aos córtices sensoriais.

Emoção e Sentimento

As emoções são inerentes, elas não tem absolutamente nenhuma relação com o que se passa na mente. Existem sete emoções primárias universais em todo ser humano. Essas emoções existem em outras centenas de variações que já estão sendo estudadas.

Emoções podem ser percebidas através do corpo, rosto, gestos, posturas.

Como surgem às emoções? Leia nosso artigo e descubra!

Os sentimentos são as experiências mentais adquiridas acerca daquela emoção. Enquanto podemos distinguir qual emoção está sendo sentida diante de um evento, o sentimento você não consegue distinguir. Em outras palavras, sentimentos são auto percepções que tenho de minhas emoções.

Sentimento e emoção é a diferença entre o que é mental e comportamental.

Exemplo 1

Suponhamos que você esteja sem ver uma pessoa que você gosta muito, por um bom tempo, a emoção ao encontrar com essa pessoa é a de felicidade (emoção).

Já o sentimento, é uma resposta à essa emoção: Ficou feliz por que sentia saudades (sentimento)

Apesar de serem coisas diferentes, elas estão ligadas. Um depende do outro. Tanto a criação do sentimento depende de uma emoção, quanto as emoções dependem de sentimentos.

Exemplo 2:

Imagine que você contratou um serviço e ele não foi entregue, a pessoa contratada sumiu com seu dinheiro e você não tem a grana e muito menos o trabalho e, pior, o profissional desapareceu. Qual é o sentimento? Indignação, injustiça, pu… da vida, dentre outros “adjetivos” que utilizamos para ilustrar, enquanto que nossa emoção nesse caso, seria a raiva, manifesta no organismo.

Desenvolvendo sua percepção para analisar pessoas

É comum haver confusões ao fazer análises em relação a Emoção e Sentimento. As vezes uma pessoa tem uma percepção acerca de um possível sentimento, quando na realidade se trata de uma emoção. Isso porque quando estamos olhando para uma imagem, tendemos a nos transportar para dentro dela, tentando imaginar como a outra pessoa está sentindo diante daquela situação, mas devemos tomar cuidado com a tentação do julgamento.

Por esse motivo, sempre precisamos analisar o conjunto das situações, para que dessa maneira possamos chegar ao mais próximo possível do que realmente aparenta ser.

Os três tipos de emoções

  • Emoções Primárias: São as sete emoções universais, inatas: Raiva, Tristeza, Medo, Desprezo, Nojo, Felicidade e Surpresa.
  • Emoções Secundárias: São tidas como emoções sociais, dependem de fatores externos, sócio-culturais: Culpa, vergonha, orgulho, dentre tantas outras que compõem essas emoções.
  • Emoções de Fundo: Estão relacionadas com o bem estar ou com mal estar interno. São induzidas por estímulos internos levando o organismo a um estado de fadiga ou energia, tensão ou relaxamento, satisfação ou frustração, refletindo em variações na postura e nos movimentos.

Etapas primordiais para seguir em uma análise:

O primeiro passo é analisar qual a expressão facial da pessoa, ou seja, identificar a emoção primária.

Por exemplo:

Passo 1 – A pessoa está com uma expressão/emoção de felicidade no rosto.

Em seguida, analisamos o contexto em que aquela emoção acontece:

Passo 2 – A pessoa está feliz porque recebeu um aumento de salário

Quais sentimentos podem estar envolvidos: (não dá pra chegar a uma conclusão certa nesse ponto) Euforia, gratidão, senso de merecimento,

Passo 3 – Quais elementos reforçam essa felicidade além da expressão na face?

O jeito de gesticular, a maneira de falar, seu comportamento é congruente, por isso é verdade. Se algum elemento não for congruente, então pode ser que essa emoção/expressão não seja verdadeira.

Agora você sabe a diferença entre Emoção e Sentimento, para quando for analisar uma pessoa. Lembrando que a ideia da postagem é justamente simplificar algo que muitos se vangloriam de complicar.

Conhecimento foi feito para ser compartilhado e simplificado da melhor maneira possível.

Sugestões de Leitura

[amazon_link asins=’8535922008,8535919619,8535925902,0156010755,0544133315′ template=’ProductCarousel’ store=’coach0b3-20′ marketplace=’BR’ link_id=’b71b76ee-1a7b-11e8-abe4-15f0fd8b98de’]

Emoções Refletem a Linguagem Corporal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *