Linguagem Corporal

Linguagem Corporal, porque ela é tão importante

Linguagem Corporal e Micro Expressões Faciais, juntos formam o que chamo de Inteligência Não Verbal, é um conteúdo que fascina a maioria, mas ainda assim se perguntam, pra que serve, por que preciso, como isso muda a minha vida?

Apesar de não apenas falar, mas também mostrar de forma prática e bem didática, onde e como você pode fazer o uso da Inteligência Não Verbal, muitas pessoas ainda tem dúvidas sobre o tema.

Será que realmente preciso disso? Pra que aprender? O que ganho com isso? Vai mudar minha vida em que? Mas eu nem quero ser um profissional da área…

Bem, você só não sabe ainda ou não se deu conta do que está perdendo por não saber sobre Linguagem Corporal, pois como dizia Einsten: “Uma mente que se expande a uma nova ideia, jamais voltará a seu tamanho anterior.”

Inteligência Não Verbal em sua vida

Bem, vamos seguir primeiramente o principio de que você não vive em uma bolha, isolado de todo resto do mundo. Partindo desse princípio, você convive com outras pessoas, relaciona, compra, vende, fala, comunica. Linguagem Corporal é sobre pessoas, então se você é um humano, esse é o primeiro motivo pelo qual deve aprender sobre.

Tecnologias são feitas para dar mais qualidade de vida aos humanos, redes sociais são para os humanos, então, se tudo é feito para nós, precisamos entender que tudo se trata de proporcionar mais qualidade de vida para nós.

No seu relacionamento conjugal

Talvez você não seja casado, mas tem um relacionamento amoroso ou até mesmo casual. Sabe que a comunicação de má qualidade é o que desencadeia os maiores problemas em um relacionamento.

O quanto sua vida conjugal melhoraria, se você pudesse reconhecer através de Micro Expressões Faciais e na Linguagem Corporal do seu parceiro, emoções e intenções? Isso melhoraria sua vida?

Saber os sinais de interesse do seu parceiro, como também perceber sinais de que existe algo errado.

As vezes, imaginamos coisas onde elas não existem, porque desconfiamos com base em achismos. Se soubermos ler a outra pessoa, podemos ver quando nossas desconfianças são apenas frutos de nossa imaginação, como também saber se essa imaginação tem algum fundo de verdade.

A fonte mais confiável para detectar mentiras (incongruências emocionais) é através do nosso corpo. Nossa Linguagem Corporal faz grandes revelações sobre o que queremos esconder.

Já tive depoimentos de ambos os lados: Alunos que viram que tudo era uma questão de desconfianças sem fundamentos, de seus cônjuges, tanto homens quanto mulheres, como também de esposas e maridos que não sabiam que eram enganados e vieram a descobrir relações extra conjugais, após participarem de um treinamento comigo.

No relacionamento com seus filhos

Filhos nunca crescem, é o que pensa a grande parte dos pais. A preocupação muda de acordo com as fases da vida, mas elas na realidade nunca irão se ausentar por completo.

A fase mais preocupante para grande maioria dos pais, é a adolescência. Onde vai, com quem vai, que horas volta e, sabemos que nem sempre as respostas podem não ser as mais sinceras, pelo fato de que os filhos tem medo de serem repreendidos.

Através da Inteligência Não Verbal, é possível analisar comportamentos, detectar as emoções e sinais de congruências, por meio das Micro Expressões Faciais e da Linguagem Corporal do seu filho.

Muitos pais só se dão conta que há algo de errado com seus filhos, quando já estão envolvidos mais profundamente em situações que poderiam ser percebidas antes.

A adolescência muitas vezes é reflexo da infância. Crianças que sofrem abusos tendem a reprimir algumas informações por medo e na adolescência acabam externando aquilo que ficou guardado por muito tempo.

Os pais devem saber fazer a leitura das emoções de seus filhos e saber detectar quando há algo de errado.

Na sua vida profissional

Vou abordar aqui em pontos diferentes:

  1. Você desempregado
  2. Você empregado
  3. Você patrão

Você desempregado

Qual habilidade que te falta para ser contratado? O que você não tem, que se tivesse, seria contratado na hora? Difícil essas respostas não é mesmo? Mas vou te explicar o motivo:

Faculdade, Pós, Mestrado, pHD, Pós pHD não garante sucesso profissional de ninguém. Isso não diminui sua importância, mas não garante a sua relevância.

Conheço pessoas que são profissionais geniais em suas áreas de atuação, desenvolveram toda teoria, entendem tudo do conteúdo, mas não sabem lidar com pessoas. E como as pessoas são importantes nesse ponto?

Imagine um professor, ele sabe tudo de uma matéria, na qual você tem dificuldades de aprendizado. Se o professor for bom e souber passar o conteúdo, você passa a ter interesse em aprender sobre o assunto. Se ele for do tipo que sabe tudo, mas não sabe repassar o conteúdo, você logo toma aversão a ele.

Temos um artigo que mostramos como a Linguagem Corporal pode favorecer você em uma entrevista de emprego

Muitos profissionais com alta capacidade intelectual não crescem mais em suas carreiras pelo fato de estarem preocupados apenas com a parte lógica e teórica, quando na realidade deveriam estar focados em desenvolver a arte de “fazer amigos e influenciar pessoas.”

Pessoas abrem portas, e o seu conhecimento e habilidade intelectual te ajudam a permanecer nessas oportunidades que aparecem.

A Inteligência Não Verbal é uma inteligência que você pode e deve desenvolver. Sua percepção sobre pessoas aumentará de forma a se tornar diferenciado naquilo que você já faz.

Certa vez, um representante comercial de uma empresa líder no segmento de calçados, me disse que na sua posição, ele não precisa muito de fazer cursos sobre como lidar com pessoas, visto que tinha um cargo de destaque e a empresa era líder no segmento. Só que ele não esperava que a empresa na qual ele trabalhava, seria vendida e, com isso, ele teria duas opções, sair ou aceitar um cargo de menos prestígio, já que estava há muito tempo na empresa.

Você empregado

É incrível como ainda reina em 2018, a cultura do: “se é importante, que o patrão pague para eu fazer”. E o pior, profissionais com esse tipo de pensamento, são os que não crescem, atrapalham todo ecossistema da empresa. São tóxicos, não ajudam absolutamente em nada, só pensam em si próprios e geralmente são os primeiros a abandonar o barco quando as coisas ficam difíceis.

Fiz um diagnóstico em três empresas de áreas diferentes e, esse tipo de comportamento foi praticamente unânime. Dos 400 colaboradores analisados, mais de 70% que tinha esse tipo de pensamento, eram tidos por seus colegas, como os que deixavam o ambiente mais tóxico.

Eram pessoas que alimentavam inveja ou demonstravam ciúmes com mais frequência.

Profissional que tende a crescer é aquele que busca a se desenvolver e agregar soluções dentro do ambiente em que frequenta. Basta se colocar no lugar do dono da empresa, o que veremos no tópico a seguir.

Mas sua habilidade em relacionar com seus colegas de trabalho é o que te ajudará no desenvolvimento da sua liderança. Pessoas querem seguir aquele que é inspiração, exemplo. A melhor maneira de fazer isso é sabendo o que cada um, em sua individualidade, pensa, deseja e quer, e por meio do desenvolvimento da Linguagem Corporal, esse atributo é facilmente conquistado.

E não se trata apenas da sua relação com seus colegas de trabalho, mas de um contexto geral. Se for da área comercial ou que precisa estar em contato com clientes ou fornecedores, entra aí um agravante. Você precisa estar sempre 1 ou 2 passos à frente do seu cliente e do seu fornecedor.

Seja para negociar, influenciar na decisão de compra, no desconto que você está tentando conseguir do fornecedor ou do blefe do seu cliente.

Você patrão

Os lucros da sua empresa dependem boa parte da sua habilidade de ter uma percepção, não apenas do negócio em si, mas principalmente das pessoas que frequentam sua empresa, dos que vendem para você, daqueles que consomem seus produtos e serviços.

Linguagem Corporal no Recursos Humanos

Por onde entram os colaboradores da sua empresa? Se ela não tiver um departamento de Recursos Humanos, provavelmente você é o responsável por fazer contratações. Quando você pega um curriculum, sabe que existe uma grande probabilidade de ter em mãos um frango que quer parecer um pavão.

No curriculum se escreve o que quer, e mesmo que se prove que fez um curso ou algo, é no dia a dia, no desenrolar da carruagem que você sabe se a pessoa realmente entende ou não.

Temos um artigo sobre os famosos psicopatas corporativos

Se você não estiver ainda se atentado para possíveis “espiões” disfarçados de colaboradores, (é muito mais comum do que imagina) que entram no seu ambiente para saber como fazem, o que fazem, com que frequência fazem e utilizam isso a seu favor. Não que irão sabotar você, mas que irão copiar o que dá certo.

Não sei se é de se espantar ou preocupar, que em pleno 2018, a área de Recursos Humanos no Brasil é a que menos participa de cursos de Linguagem Corporal, Micro Expressões Faciais. Poucas empresas, e quando digo poucas, é porque são poucas mesmo, são as que buscam implantar soluções mais eficientes na hora de selecionar pessoas.

Um exemplo de empresa que introduziu esse tipo de abordagem é a Goldman Sachs Group, que ao fazer entrevistas de emprego, faz o uso da metodologia FACS para analisar coerências e incongruências dos seus candidatos na hora de fazer as contratações.

Temos um artigo onde explicamos o que é FACS

Daí você pode pensar: Ah, mas eles são um grupo forte, grande e internacional. Bem, eles não eram, se tornaram, e sabem da importância de manter o patrimônio resguardado, por esse motivo investem na Inteligência Não Verbal. Talvez não esteja nos seus planos crescer e ser internacional como a Goldman Sachs, mas também não está nos seus planos abrir falência, ficar com dívidas e ter funcionários que causam problemas ao invés de soluções.

De que adianta querer implantar plano de carreiras, liderança inspiradora, fazendo as contratações erradas? É gastar seu rico dinheiro ao invés de fazer investimentos.

Da mesma maneira que o RH é o responsável por quem entra na empresa, o comercial é o responsável por manter o RH empregado. Um comercial bem desenvolvido trará resultados.

Linguagem Corporal no comercial

O consumidor é seduzido a fazer uma compra por meio de diversas estratégias, outdoors, anúncios nas redes sociais, artigos, dentre outras estratégias que mostram como aquilo pode ser a solução para seus problemas. Tudo isso faz uso da Inteligência Não Verbal, recursos do Neuromarketing entre outras ferramentas, técnicas e ciências.

Não adianta de nada o cliente ver seu anúncio lindo e destacado em um outdoor, sendo que na hora de falar com você, sua comunicação e a habilidade de fazer a leitura da Linguagem Corporal e Micro Expressões não entram em ação.

Quem nunca se deparou com aquele cliente que entra na loja, pergunta, presta atenção e depois na hora de fechar, não conclui a compra e você se pergunta, o que há de errado? Talvez, se você soubesse ler as emoções desse cliente, certamente saberia onde está errando.

O fato de saber “ler” uma pessoa, não quer dizer que você estará imune aos erros, ou que irá acertar 100% das vezes, mas existe uma assertividade muito maior por meio daquele que sabe ler, do que aquele que não sabe.

Se você colocar um carro na mão de alguém que não faz a mínima ideia de como dirigir, as chances dele sair do lugar são pequenas, mas se ele conseguir sair, as chances de criar um acidente são grandes.

Não saber ler uma pessoa, pode fazer você não sair do lugar, e principalmente não compreender os motivos pelo qual você não avança nas negociações.

Para que suas negociações sejam bem consistentes, você precisa saber o que o outro pode estar “pensando”, e a Linguagem Corporal, juntamente com as Micro Expressões Faciais, te darão subsídios para saber quais as emoções que a outra pessoa está tendo ao falar com você.

Linguagem Corporal, será que vale a pena?

Essa é a pergunta que deixo para você. A decisão de ser melhor naquilo que você já faz, deve ser sua e de mais ninguém. Faça uma análise, coloque na balança, veja se você tem mais a ganhar do que a perder.

Diante dessa explanação feita aqui, creio que devo ter ajudado, esclarecido alguma dúvida, mas se ainda você tiver alguma, não hesite em me contactar, terei o maior prazer em te ajudar.

 

 

 

 

Entrevista de emprego

Como destacar na entrevista de emprego utilizando Linguagem Corporal

Você vai para uma entrevista de emprego, chegando lá, diversos candidatos disputam a mesma vaga. Você olha para seus concorrentes e se pergunta: O que me diferencia deles? O que tenho que eles não tem? O que sei que eles não sabem? Como posso ser contratado ao invés deles?

E não se engane, essa é a pergunta que mais faço para todos que contratam meus serviços. E incrivelmente, em mais de 98% das vezes, noto a boca secar, gaguejar, uma expressão de medo e tristeza tomam conta desses clientes.

Por esse motivo, escrevi esse artigo que irá te ajudar a responder essas questões quando você for concorrer a uma vaga de emprego.

4 dicas para se dar bem na Entrevista de Emprego

Se você já foi para uma entrevista de emprego possivelmente passou por situação semelhante e sabe que não é nada fácil quando se depara com algo assim.

Diversos questionamentos costumam tomar conta da nossa cabeça e em alguns casos duvidamos de nós mesmos, se somos bons o suficiente para ocupar o cargo que foi anunciado.

Mas daí, você tem um grande diferencial que é entender de Linguagem Corporal e saber comunicar de forma plena.

Mesmo que suas habilidades curriculares não sejam tão grandiosas quanto as demais, se você demonstrar confiança, poder e saber se conectar com o recrutador, as chances de ser contratado podem aumentar e muito.

Prepare seu Mindset

Ao ser convocado para entrevista de emprego, mude sua mentalidade. A mudança acontece primeiramente em seu mindset, tudo que o recrutador quer é alguém que corresponda às suas expectativas ou que as supere.

Tenha em sua mente que você é a melhor opção para ocupar esse cargo. Imagine-se nele, ensaie, treine como já tivesse anos de experiência e dominasse o tema.

Ah, mas e se for meu primeiro emprego? Não invente, mas imagine como seria ocupar aquela função na qual se candidatou.

Ser produto do produto é regra indispensável para qualquer profissional. Ser congruente com aquilo que se diz ser, conforme sinalizou na sua ficha de inscrição ou do seu curriculum, causará a primeira boa impressão.

Alinhe sua Postura

A primeira regra para uma entrevista de emprego é a imagem que você está vendendo para a empresa. Ao pegar na mão do recrutador, demonstre firmeza. O aperto de mão deve ser firme e alinhado.

Se o recrutador pegar em sua mão de maneira leve, seja mais firme, demonstre que você exala confiança. Nunca, jamais, em hipótese alguma faça um aperto de mão chamado de peixe morto, aquele que parece ter nojo de estar pegando nas mãos.

Nosso corpo e mente estão sempre se comunicando entre si e com as pessoas que estão à nossa volta. Nossa postura diz muito sobre quem somos, principalmente se somos confiantes para assumir a responsabilidade de um cargo.

Transmitir confiança através de uma postura ereta, aberta e firme, transmite uma imagem de confiança, de alguém que sabe o que fazer e que está preparado para assumir responsabilidades.

Psicóloga de Harvard Amy Cuddy ensina como utilizar sua postura para demonstrar poder

Da mesma maneira, uma postura arqueada demonstrará uma pessoa frágil e que no primeiro impasse pode colocar tudo a perder.

Empresas não querem profissionais que não suportam lidar com pressões. Aliás, empresas contratam soluções para seus problemas e não problemas para os que já tem.

Em uma entrevista de emprego, lembre-se: você está sendo observado mais pelo comportamento do que pelo que está no curriculum. Se eles te chamaram para entrevista, é sinal de que você tem algo que interessa a eles. Mantenha o queixo reto, olhar fixo, ombros retos e peito aberto, essa é a fisiologia do profissional de sucesso.

Tem dúvidas?

Fique de frente para o espelho e faça uma comparação entre um profissional com essas características citadas ou um profissional que anda com a cabeça baixa, ombros caídos e coluna flexionada para frente.

Ao ser questionado pelo recrutador, demonstre interesse com o corpo, incline-se mostrando interesse em ouvir sua pergunta.

Controle a ansiedade

Ansiedade reflete insegurança, tendemos a transferir para as mãos ou pernas, nossa ansiedade. Seja com a síndrome da perna inquieta, quando o candidato fica apenas com as pernas apoiadas pelas pontas dos dedos e favorecendo o balançar das pernas, ou pelas mãos, quando as escondemos e ficamos friccionando os dedos.

Em uma entrevista, mesmo que não tenha ainda entrado na sala onde será entrevistado, mantenha-se calmo. Não cruze os braços e nem esconda suas mãos.

Ao sentar diante do entrevistador, deixe suas mãos onde ele possa ver. Não cerre os punhos, mãos devem estar abertas.

Mãos abertas é um sinal que emitimos para mostrar confiança, honestidade. Quando a polícia pega um suspeito, a primeira coisa que o suspeito faz é mostrar que não está segurando uma arma. Esse gesto vem desde os tempos das cavernas, quando o homem mostrava as palmas das mãos quando um inimigo o capturava, para que não fosse machucado.

Trazemos até os dias de hoje esse costume, portanto, deixe suas mãos abertas!

Valorize sua comunicação

Comunicar bem não é sobre falar bonito, mas sobre ser compreendido e não deixar nenhuma dúvida. Em uma entrevista de emprego, eles querem ter a certeza de que você é a pessoa certa para ocupar o cargo.

Fale bem, mas não complique, siga a tonalidade vocal do entrevistador.

Utilize gestos de forma inteligente para demonstrar coerência com a sua fala. Gestos valorizam a mensagem passada, visto que sua Linguagem Corporal representa mais da metade da sua comunicação.

Olhe nos olhos do entrevistador, mostre a ele que você é sim o profissional que ele procura e que sua entrevista não é apenas mais uma depois de um dia exaustivo ouvindo histórias.

Uma pesquisa realizada com recrutadores pela Professora de Harvard e Psicóloga, Amy Cuddy, constatou que a maioria dos recrutadores não contratou os profissionais que deram as melhores respostas e nem os que tinham os melhores currículuns, mas aqueles que demonstravam mais confiança sem serem arrogantes.

Tem um jeito de aprender essas dicas de maneira prática?

Claro que sim! Criei o maior Workshop Online de Linguagem Corporal já produzido, e lá você poderá aprender muito mais coisas sobre esse fantástico universo chamado, Inteligência Não Verbal.

Sem sombra de dúvidas é um conteúdo que irá te diferenciar no mercado de trabalho, já que estamos falando de desenvolvimento de inteligências.

Clique na imagem e saiba como participarWorkshop Online de Linguagem Corporal

 

Kim Jong-un e Moon Jae-in

A Linguagem Corporal de Kim Jong-un e Moon Jae-in

Kim Jong-un e Moon Jae-in deram o primeiro passo para o tratado do acordo de paz. Um feito histórico e necessário para que a paz entre os dois países possa voltar a reinar.

E nós imediatamente analisamos a Linguagem Corporal dos líderes políticos.

O Encontro de Kim Jong-un e Moon Jae-in

A primeira impressão que podemos ter do encontro, foi que tudo estava muito tranquilo. A tensão maior parecia que estava nos seguranças e pessoas da confiança do líder coreano Kim Jong-un, que o cercava.

Podemos perceber que enquanto Moon Jae-in esperava o líder coreano chegar até o ponto, ele estava tranquilo.

O Primeiro Aperto de Mãos

Não se notava em nenhum dos dois, tensão ou algum tipo de incômodo. Apesar de termos imagens apenas da caminhada de Kim Jong-un até a divisa dos dois países. O aperto de mãos foi alinhado, na mesma proporção conotando igualdade entre os dois. (especula-se que houve ensaios para treinar esse momento).

Kim Jong-un e Moon Jae-in
Aperto de mãos neutro e respeitoso na fronteira – Foto: Reuters

O sorriso quebra gelo

O sorriso genuíno conhecido como sorriso de Duchein pode ser visto em ambas as faces.

É uma clara demonstração de que existe sim, abertura em ambos os lados para uma conversa.

Além do sorriso, a proximidade entre os dois é outro sinal claro de que há abertura pra conversa e negociação. Sabemos que durante décadas os dois países vivem sob muita tensão.

Ao olhar para os dois em diversos momentos, existem muito mais aberturas e pontos amistosos do que qualquer sinal de desconforto.

Kim Jong-un
Foto: GETTY – PISCINA

Visitando o lado norte coreano

Após Kim Jong-un cumprimentar e ir de encontro com Moon Jae-in no lado sul coreano, o líder sul coreano convida Kim para prosseguir a caminhada, mas Kim Jong o convida para que então pise no território norte coreano.

Nesse ponto, podemos perceber que Moon Jae-in se sente “pego de surpresa”, é uma reação que ele não esperava. Kim Jong-un como forma de sinceridade, pega na mão de Moon Jae-in e o leva até seu território.

Agarrar ou segurar as mãos com força, nas culturas coreanas, é considerado como rude, grosseiro.

Kim Jong-un e Moon Jae-in
Foto AP: ASSOCIATED PRESS

Comunicação aberta

Moon Jae-in possui características de bom comunicador. Repare que esse gesto com as mãos espalmadas na vertical e polegares para cima, é sinal de positividade e condução sobre aquilo que está sendo tratado. Apesar de ser um gesto teatral, é um gesto ilustrador, valoriza muito na comunicação argumentativa.

 

Moon Jae-in
Foto: Reuters

 

Após 65 anos, um líder norte coreano cruzou a linha demarcada por ameaças de bombas nucleares, podemos considerar um imenso avanço na comunicação não verbal de ambos.

Coreanos são mais reservados, não utilizam gestos e nem toques para enfatizar a mensagem, são mais contidos, discretos. E o que podemos perceber diante dessas imagens, é que a comunicação fluiu congruentemente.

Agora é esperar um encontro de Kim Jong-un com presidente Donald Trump para vermos qual será o comportamento de ambos os líderes.

Veja a análise da Linguagem Corporal de Donald Trump e Emmanuel Macron nesse artigo

Gostou do artigo e quer aprender a fazer análises de Linguagem Corporal? Então inscreva-se agora em nosso Workshop Online. São diversas palestras ministradas por grandes especialistas no assunto, para te ajudar no seu crescimento pessoal, social e profissional.

A maneira mais prática e inteligente de aprender Linguagem Corporal dentro da sua realidade.

Workshop Online de Linguagem Corporal

Linguagem Corporal dos Líderes

Trump ou Macron, quem leva a melhor quando a batalha é a Linguagem Corporal dos Líderes?

Os olhares do mundo estão voltados para Emmanuel Macron e Donald Trump e os nossos para a Linguagem Corporal desses dois líderes que já presenciaram batalhas incríveis com comportamento não verbal.

A batalha da Linguagem Corporal dos Líderes

Na primeira foto, vemos Macron em posição de vantagem sobre Trump.

Macron tem um aperto de mão firme e voltado para si, juntamente com uma das mãos nos ombros de Trump. Esse aperto de mão lembra bem uma queda de braços e, podemos perceber que Macron leva vantagem.

Macron 1 X Trump 0

Linguagem Corporal de Trump e Macron
Imagem: Getty Images North America

Na sequência, Trump dá um “abraço fraterno” em Macron. Trump dá os tapinhas nas costas de Macron e curva-se para cumprimentá-lo, visto que ele é mais alto que Macron.

Mas… repare que Macron permace neutro, seu corpo continua firme como estaca. Macron encara Trump que o evita olhar nos olhos.

Ainda que imperceptível pela barreira, nota-se que Macron parece dar tapinhas nas mãos de Trump.

Macron 2 X Trump 0

Linguagem Corporal de Trump e Macron
Imagem: Getty Images North America

Nessa foto, temos visão que demonstra uma certa vantagem de Trump com esse abraço. Apesar de Macron não poder ser visto, perceba que o ângulo do rosto parece evitar contato físico com Trump, o que não podemos afirmar.

Mas no rosto de Trump, temos uma micro expressão que sugere nojo devido sulco nasolabial estar em evidência juntamente com o biquinho. (Mesmo sem poder fazer total afirmação que essa micro expressão seja realmente nojo)

Marcon 2 X Trump 1

Linguagem Corporal de Trump e Macron
Imagem: REUTERS

Nesse momento, percebemos que Trump ainda está em ligeira vantagem, o destaque aqui é apenas a micro expressão no rosto de Trump, que o nojo mencionado anteriormente, pode ser notado pelo fechar dos olhos.

Quando beijamos alguém no rosto, geralmente não fechamos os olhos. O ato de fechar o olho nesse tipo de beijo é uma característica de evitar olhar aquilo que está sendo feito. Acontece inconscientemente.

Macro 2 X Trump 2

Linguagem Corporal de Trump e Macron
Imagem: Barcroft Media

Aqui temos uma imagem curiosa, enquanto Trump permace sólido, Macron pega em sua mão ainda que pelas pontas dos dedos. Percebe-se que Trump flexiona seu braço permitindo que Macron o guie.

Macron 3 X Trump 2

Linguagem Corporal de Trump e Macron
Imagem: REX / Shutterstock

Já em outro ponto, parece que Trump dá o troco em Macron, é a vez dele ensinar o caminho a ser seguido. Será?

Macron 3 X Trump 3

Linguagem Corporal de Trump e Macron
Imagem: Splash News

Não podíamos deixar passar em branco nesse artigo, as esposas dos poderosos líderes e o que a Linguagem Corporal entrega.

Nessa foto, podemos perceber um detalhe muito interessante. A Primeira Dama Melania Trump conduz o espaço entre Macron e ela.

Repare que as mãos dela seguram as de Macron, esse tipo de gesto é uma característica de quem quer mostrar até onde a outra pessoa pode ir.

Outro fator interessante está em uma micro expressão de nojo que aparece em seu rosto, podendo ser percebido pelo levantamento do lábio superior e a virada de rosto para não ter contato com Macron.

Em contrapartida, a esposa de Macron acaba se tornando submissa a Trump, repare que o presidente americano segura nos ombros de Brigitte Marie-Claude Macron.

Casal Macron 3 X Casal Trump 4

Casal Trump e Macron
Imagem: Barcroft Media

Devemos lembrar que essa análise foi baseada em fotos que não podemos assegurar os momentos em que elas foram tiradas.

O que queremos demonstrar é o que o corpo pode estar falando através da Linguagem Corporal e muitas vezes não percebemos.

Esses gestos, comportamentos, micro expressões faciais fazem parte de todo ser humano.

Portanto, utilize esse conhecimento para agregar valor à sua vida pessoal e profissional.

Quer aprender sobre Linguagem Corporal de forma prática, simples e descomplicada? Inscreva-se no maior Workshop Online sobre Linguagem Corporal.

São várias palestras onde você poderá aprender tudo sobre Linguagem Corporal. Clique na imagem e saiba como participar!

http://workshop.cursodelinguagemcorporal.com

Linguagem Corporal

Linguagem Corporal? Será que vale a pena?

Esse é um daqueles artigos que me ajuda a te ajudar. Dedico esse artigo a todos aqueles que estão pensando se devem aprender Linguagem Corporal e não tem certeza se valerá a pena investir tempo, dinheiro, neurônios e principalmente inteligência, e não se trata da intelectual, mas da emocional.

Linguagem Corporal, para quê?

Outro dia em uma palestra em uma faculdade, um aluno questionou: Não precisa saber sobre Linguagem Corporal pra perceber isso, referindo-se à uma analise sobre percepção visual no ambiente.

Eu disse, realmente, assim como não precisa saber pilotar avião para comandar um, ou de medicina para saber como fazer uma cirurgia. Em meio a protestos, ele questionou: Mas nesse ponto você está lidando com vidas, outras pessoas, situações diferentes. Concordei, Linguagem Corporal é sobre vidas, pessoas, não sobre computadores e tecnologia, apesar de que toda tecnologia não é feita para máquinas, mas para pessoas.

10 GRANDES motivos para você Melhorar a Comunicação AGORA!

Não muito contente, mas menos reativo, ele passou a ouvir mais e a questionar menos, minhas colocações durante a palestra. E vou aqui nesse artigo, mostrar para você, três motivos pelos quais você merece aprender sobre Linguagem Corporal

Você não vive em uma bolha!

Sim, é isso mesmo. Você pode até morar sozinho, mas não vive sozinho. Seja no trabalho, na rua onde mora, nos lugares onde faz compras e até mesmo na internet, você se relaciona com outras pessoas em diversos níveis. Seus relacionamentos estão em níveis familiares, sociais e profissionais.

Viver isolado

Quanto mais qualidade tiver o seu networking, melhor serão suas chances de fazer bons negócios. Saber conectar com as outras pessoas que podem ser portas para oportunidades, é fundamental para todos nós. Nos preocupamos com a foto de perfil que iremos inserir no Facebook, Linkedin, Instagram e demais redes sociais. Mas será que aquela imagem corresponde quem tentamos mostrar que somos, ou é apenas fruto do autoengano?

Saber criar conexões que podem te impulsionar por meio de uma boa comunicação, é indispensável para se chegar mais longe na carreira.

Causar sempre a 1ª boa impressão

Investimos mais, tanto profissionalmente quanto socialmente, em nossa imagem para impressionar os outros, do que em qualquer outra situação.

Primeira boa impressão

Quando vamos procurar um novo emprego, cuidamos do cabelo, da roupa. Cada detalhe que se refere a nossa imagem, nos interessa. Tanto que em alguns casos, algumas pessoas acrescentam informações que não são verdadeiras, justamente para impressionar o recrutador.

Em nossos encontros com clientes nos preocupamos em vestir uma roupa que impressione ou um belo carro e até mesmo o ambiente no qual escolhemos, geralmente é o que transmite a imagem que esse cliente tenha vontade de comprar.

Em encontros amorosos e sociais queremos causar sempre essa boa imagem diante das pessoas que estamos relacionando ou daquela pessoa que estamos afim.

Mulheres Poderosas no Mundo dos Negócios

É a mesma estratégia utilizada em qualquer comércio, quando cria uma vitrine bonita para levar seu cliente para dentro dela. A diferença é que um comerciante sabe que isso é importante, por esse motivo ele sempre muda a vitrine da sua loja, já as pessoas, acabam deixando de lado, conquistam seu objetivo através da primeira boa impressão e logo em seguida negligenciam essa imagem.

Detectar sinais de mentiras

Se eu aprender Linguagem Corporal nunca mais serei enganado? Não, isso não é verdade! Mas as chances de alguém que saiba Linguagem Corporal ser enganado, cai em até 70%.

Detectar Mentiras

Todos nós em algum momento fomos ou somos enganados. Não está sob nosso controle o que os outros irão tentar fazer com a gente, mas está sob o nosso, nos protegermos.

Eu posso dificultar o roubo em minha residência fazendo a instalação de cercas elétricas e câmeras de monitoramento. Mas não é 100% garantido, mas ainda assim dificulta o processo.

Saber Linguagem Corporal não garantirá que ficarei longe de todas as pessoas com má intenção e nem que jamais eu seja enganado, entretanto, terei recursos e habilidades para detectar sempre sinais que são suspeitos.

Essa afirmação me faz lembrar o que um professor de Jiu Jitsu uma vez me disse: É melhor saber e não utilizar, do que precisar utilizar e não saber.

Por onde posso começar a aprender?

Existem diversas maneiras, aqui no blog eu indico livros que acredito que farão total diferença em seu aprendizado. Livros que eu mesmo leio e indico para meus alunos. Seja por meio de cursos, participando de palestras ou pelos livros que indico. Mas existe um caminho mais simples que te dará a oportunidade de ver a Linguagem Corporal de forma prática por meio de exemplos que vivemos no dia a dia.

Esse meio é o Workshop Online de Linguagem Corporal, onde tive o privilégio de reunir alguns dos maiores especialistas mundiais no assunto para poder compartilhar com você, conhecimento que fizesse total diferença em sua vida.

São mais de 10 horas de conteúdo com informações de qualidade que farão toda diferença para sua vida pessoal e profissional.

Acesse o site e saiba como a Linguagem Corporal pode te beneficiar e como você pode ter acesso vitalício.

Livros de Linguagem Corporal

Livros de Linguagem Corporal

Os melhores livros de Linguagem Corporal

Livros de Linguagem Corporal é a solicitação campeã nas minhas redes sociais. Todos os dias, diversos seguidores me fazem essa mesma pergunta, e sempre indico os livros que na minha opinião, são fundamentais para quem quer aprender sobre comportamento humano.

Se você está lendo esse artigo, devo adverti-lo que você não se tornará um expert em Linguagem Corporal por meio das leituras aqui indicadas, mas sem sombra de dúvidas terá novas percepções sobre universo humano após essas leituras.

Também quero que você compreenda que os livros de Linguagem Corporal aqui citados, representam apenas minha opinião. Os mesmos que indico em treinamentos e alguns fazem parte dos cursos de formação.

Outro fator importante de cada um dos livros de Linguagem Corporal aqui apresentado, está a famosa experiência e percepção de cada profissional. É comum encontrar alguns pontos que possam chocar, um autor disse X e o outro diz Y, daí você vai perguntar: quem está certo? E o que eu vou responder? Não sei…rs.

Entenda que mesmo não tendo o tal princípio científico que algumas pessoas do meio tanto falam a todo momento, isso não invalida a experiência, vivência e conhecimentos adquiridos de outra pessoa.

Essa lista não está em ordem cronológica, nem dividida por assunto ou por minha preferência particular. Tudo que estou indicando aqui você deve ler de acordo com sua necessidade. Sinta-se a vontade para escolher qual será o primeiro ou último.

Inseri em cada livro o link de onde aconselho você comprar o material, caso deseje ter exemplar original e de qualidade em mãos.

1 – A Linguagem Corporal dos Líderes

Outro dia fiz uma indicação desse livro em uma das redes sociais e um seguidor me perguntou, se mesmo ele não sendo líder, ele deveria ler esse livro, se as sugestões transmitidas nessa leitura se adequariam a ele.

Pra mim, ser líder é uma decisão e não um cargo. Um líder não necessariamente é alguém que possui um cargo acima do seu. Primeiro fator para uma pessoa se tornar líder de alguém é ela sendo líder dela própria.

Na leitura desse livro, você encontrará observações preciosas feitas pela autora do livro, Carol Kinsey Goman.

Portanto, se você acredita que liderar é algo que te fará bem e você deseja desenvolver melhor sua imagem diante das outras pessoas, a primeira dica dos livros de Linguagem Corporal é essa.

A Linguagem Corporal dos Líderes
A Linguagem Corporal dos Líderes

Autora: Carol Kinsey Goman

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88c73643d6

Livro Digital: http://compre.vc/v2/88f62c06b8

2 – Linguagem Corporal Para Mulheres

Sempre digo que mulheres levam vantagem na hora de fazer leitura corporal, mas possui uma desvantagem enorme na hora de se posicionarem profissionalmente e demonstrarem que elas merecem ser vistas como gostariam.

Mulher tem mais sensibilidade do que o homem, tem poder de criar empatia facilmente e sabe analisar detalhes. Homens, “não generalizando”, são mais pragmáticos. Mas isso a evolução humana explica e em outro momento eu falo para você sobre.

Nesse livro, Cornelia Topf mostra como a apresentação feminina pode fazer total diferença no mundo dos negócios. Ela mostra como você pode combinar elementos para transmitir a imagem que realmente deseja.

Seja em reuniões, apresentações, palestras ou em atendimento individual, as dicas desse livro irão te ajudar muito.

Linguagem Corporal Para Mulheres

Autora: Cornela Topf

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88d932042f

Livro Digital: http://compre.vc/v2/88415af794

 3 – Linguagem Corporal

Um dos livros de Linguagem Corporal indispensável, com leitura fácil, simples e bem didática, é obra brasileira. Escrito pelo meu amigo pessoal, Paulo Sérgio, no qual já tive oportunidade de realizar treinamentos em parceria e um dos livros mais populares sobre o tema aqui no Brasil.

Paulo aborda a Linguagem Corporal de forma genérica, mostrando como interpretar certos comportamentos em determinadas ocasiões. Além de possuir uma leitura fácil, o que se adequa aos novos leitores desse universo, que não estão familiarizados ainda com alguns termos do meio, ele possibilita ao leitor uma viagem ao comportamento humano.

Linguagem Corporal

Autor: Paulo Sérgio de Camargo

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88c6e5c4ed

4 – A Linguagem Das Emoções

Como o próprio nome diz, ler emoções. Micro expressões faciais são apenas representações externas de emoções que sentimos. O livro foi escrito pelo Dr. Paul Ekman, o mesmo que prestou consultoria para o seriado de tv de 2009, Lie to me, para Pixar dentre outras grandes organizações.

A proposta do livro é fazer com que o leitor veja além das expressões faciais, o significado real de cada emoção. Nele são abordadas as 7 emoções universais.

Infelizmente esse livro parou de ser publicado. O que é uma lástima. Pessoalmente entrei em contato com a editora aqui no Brasil e no exterior para tentar comprar algumas unidades para distribuir e infelizmente não foi possível. Mas é possível encontrar esse exemplar em algum sebo.

Mas sinceramente, aconselho fortemente você ter esse material para usufruir de leituras muito enriquecedoras, é sem sombra de dúvidas um dos livros de Linguagem Corporal que indico fortemente para quem deseja aprender sobre pessoas.

A Linguagem Das Emoções

Autor: Paul Ekman

Onde comprar: Sebos

5 – O Corpo Fala Ilustrado

Até meados dos anos 2000, um dos livros de Linguagem Corporal com título semelhante reinou na lista de mais vendidos, se tratando de Linguagem Corporal. Escrito por Pierre Weil e Roland Tompakow, O Corpo Fala era indicado dentro de cursos de psicologia por muitas faculdades.

O tempo passa e novos especialistas melhoram aquilo que já era bom. Prova disso foi o livro lançado por Monika Matschnig, O Corpo Fala Ilustrado.

Apesar do livro ter um conteúdo genérico, suas ilustrações são de longe as melhores que já tive oportunidade de ver. Fotos de altíssima qualidade para ilustrar cada colocação feita pela autora.

A qualidade do conteúdo repassado nesse livro mostra que Linguagem Corporal não precisa ser algo complicado e difícil de aprender.

Monika também tem uma palestra no Workshop Online de Linguagem Corporal dividida em três partes.

O Corpo Fala Ilustrado

Autora: Monika Matschnig

Livro Físico: http://compre.vc/v2/888e30f442

6 – Detector de Mentiras

Quando o assunto é conduta desonesta, um dos assuntos que ficam nos trend topics da Linguagem Corporal é a mentira. A resposta pra isso é simples: ninguém quer ser enganado.

Detectar sinais de mentira é o que todos queremos, seja para uma negociação ou para namorarmos com uma pessoa. De maneira inerente, buscamos comportamentos que mostram que alguém pode estar nos enganando quando desconfiamos de algo.

Pamela Meyer aborda nesse livro alguns pontos interessantes que nos ajudam a descobrir quando alguém está tentando nos enganar.

A leitura do livro é de fácil compreensão e repleta de exemplos reais que Pamela ajudou a desvendar. No livro possui também em cada página, referências dos estudos realizados por ela.

Detector de Mentiras

Autora: Pamela Meyer

Livro Físico: http://compre.vc/v2/8810857db7

 7 – O Poder da Presença

A Dra Amy Cuddy ficou mundialmente conhecida após seu depoimento em forma palestra no TED sobre como a Linguagem Corporal a ajudou ter viralizado nas redes sociais.

Durante anos a Dra Amy Cuddy vem propagando os benefícios do poder da Linguagem Corporal no meio executivo. Como pequenas mudanças nas configurações do comportamento podem influenciar na produtividade e tomadas de decisões de uma pessoa, dentro do ambiente de trabalho.

Suas pesquisas se tornaram estudos sérios sendo reconhecidos em Harvard e validando ainda mais aquilo que por muito tempo era visto apenas como empírico.

Esse é um dos livros de Linguagem Corporal que toda pessoa deveria ler. Independente se ela deseja aprender sobre o tema.

O Poder da Presença

Autora: Amy Cuddy

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88a439f760

8 – A Inteligência Não Verbal

Nesse livro, Joe Navarro ex-agente do FBI, mostra que a capacidade de interpretar os sinais não verbais faz total diferença na hora de interpretar e influenciar outras pessoas no contexto profissional ou pessoal.

O livro termina alertando sobre as possíveis habilidades de sua teoria frente à pessoas dissimuladas, mas assegurando que mesmo as que tentam ludibriar, em um determinado momento, essa dissimulação tende a ser descoberta, pois entende que uma mentira não consegue se perpetuar por muito tempo devido ao enorme esforço que demanda para mantê-la.

Com vasta experiência e diversos livros escritos, Navarro é uma das maiores referências mundiais sobre comportamentos não verbais.

A Inteligência Não Verbal

Autor: Joe Navarro

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88e845cd34

9- A Linguagem Corporal Da Criança

Apesar de livros de Linguagem Corporal para crianças serem raros, por incrível que pareça, as emoções analisadas nas crianças são as mais genuínas e sem filtro, que encontramos. Pelo fato de não ter muita referência do mundo ao seu redor, as emoções se manifestam com naturalidade e inocência.

Um bebê não sabe se expressar pela Linguagem Corporal, mas consegue ler expressões faciais e gestos dos nossos pais. Com o passar dos anos aprendemos a interpretar palavras e deixamos de lado a comunicação não verbal.

Aprender a ler e interpretar uma criança, pode auxiliar em seu desenvolvimento. Pais, professores e pessoas que lidam com crianças, deveriam ler esse livro.

Autor: Samy Molcho

Livro Físico: http://compre.vc/v2/889363d553

10 – O Corpo Fala no Amor

Falamos muito de livros de Linguagem Corporal no contexto empresarial e pouco de habilidades sociais. Isso porque as pessoas hoje estão mais empenhadas em serem bem sucedidas em suas carreiras do que propriamente no amor.

Mas desenvolver suas habilidades sociais por meio da Linguagem Corporal é algo que pode abrir inúmeras portas para sua vida amorosa.

Desvendar os sinais não verbais do corpo do seu parceiro (a) pode te ajudar a evitar problemas dos mais diversos. Esse livro acompanha desde os sinais de interação no flerte, até a vida de casados.

Um dos livros de Linguagem Corporal com uma leitura simples, ilustrada e com elementos importantíssimos para quem deseja ter relacionamentos duradouros.

O Corpo Fala no Amor

Autora: Monika Matschnig

Livro Físico: http://compre.vc/v2/8805a09fc7

11 – A Arte de Ler Mentes

O título é sugestivo e o conteúdo não é um mito. Quando falamos em ler mentes, falamos necessariamente em ler sinais não verbais, micro expressões faciais que revelam informações e sentimentos sobre uma pessoa.

Quanto tentamos suprimir uma emoção, deixamos ela vazar de alguma maneira e, um olho treinado é capaz de identificar esses sinais e fazer leituras que podem corresponder com seus pensamentos.

Apesar de Henrik Fexeus, autor do livro ser um mentalista, seu conhecimento sobre Linguagem Corporal tem muito a nos ensinar. Mentalismo trabalha com deduções e sugestões, mas faz o uso da Linguagem Corporal como também de outras ferramentas que os auxilia na capacidade de “desvendar mentes”.

A Arte de Ler Mentes

Autor: Henrik Fexeus

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88fd177c9a

Livro Digital: http://compre.vc/v2/88fedde39f

12 – Truth and Lies: What People Are Really Thinking

Nesse livro, os autores ilustram os pontos essenciais da Linguagem Corporal com exemplos da vida cotidiana, levados com humor e insights que você pode usar a seu favor em praticamente qualquer situação.

Entender o que os outros estão tentando lhe dizer ou esconder com sua postura, gestos com as mãos, contato visual (ou falta dele) ou apenas segurando seu celular. Cada detalhe pode revelar muito sobre a outra pessoa e sobre você.

Mark Bowden, um dos autores do livro convidou alguns dos especialistas em Linguagem Corporal mundial para contribuir com informações para seu livro, e eu, Anderson Carvalho, tive o privilégio de ser um dos que contribuíram representando o Brasil.

Ainda não existe uma versão em português aqui no Brasil, mas você pode assistir uma super palestra de Mark Bowden legendada no Workshop Online de Linguagem Corporal produzida pela Academia Internacional de Linguagem Corporal.

Truth and Lies: What People Are Really Thinking

Autores: Mark Bowden, Tracey Thomson

Livro Digital: http://compre.vc/v2/8883ee7bc0

13 – Dangerous Personalities

Apesar de não ser diretamente sobre Linguagem Corporal, esse livro de Joe Navarro nos ensina identificar as quatro “personalidades perigosas” mais comuns e analisar cada uma: o narcisista, o predador, o paranóico e o instável.

O propósito do livro é ensinar pessoas comuns, como eu e você, a analisarem comportamentos para que possamos nos proteger. Joe Navarro é ex-agente do FBI e de forma simples e prática, consegue transmitir em seus livros informações para que qualquer pessoa possa compreender facilmente.

Infelizmente não encontrará esse livro em português para adquirir, mas ainda assim, vale a pena fazer um esforço para ler.

Dangerous Personalities

Autor: Joe Navarro

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88ab3ddac5

Livro Digital: http://compre.vc/v2/8836ec06ac

14 – As Expressões Das Emoções Nos Homens e Nos Animais

Esse é um clássico, na realidade é o primeiro livro que ganhou notoriedade, onde um estudioso fez comparações sobre humanos e animais. Nesse livro, Charles Darwin mostra que os animais possuem emoções iguais aos seres humanos e que elas se manifestam no comportamento e nas expressões faciais.

Darwin defende que algumas de nossas expressões são resquícios herdados de antepassados primitivos comuns ao homem e a outros animais e que muitas delas são inatas e não aprendidas, já que se repetem em homens das mais variadas culturas. O livro traz o estudo dos aspectos biológicos do comportamento, uma das vertentes da neurociências.

As Expressões Das Emoções Nos Homens e Nos Animais

Autor: Charles Darwin

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88442124cd

15 – A Mulher Nua

Desmond Morris, busca explicar nesse livro, o motivo dos significados do comportamento e corpo feminino em diferentes épocas. Morris faz uma investigação detalhada sobre aspectos interessantes sobre a mulher no decorrer dos anos.

O autor analisa a fêmea humana sob o ponto de vista puramente zoológico, celebrando a mulher como o brilhante coroamento de milhões de anos de evolução, fruto de surpreendentes ajustes e sutis refinamentos que o tornam o mais extraordinário organismo existente no planeta. O livro desvenda os atributos biológicos que todas as mulheres partilham, ao mesmo tempo em que explica os diversos modos pelos quais tais características foram ressaltadas ou suprimidas, conforme a evolução dos critérios estéticos e dos estilos de vida adotados pela sociedade.

A Mulher Nua

Autor: Desmond Morris

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88442124cd

16 – Facial Action Coding System 3.0 – Manual de Codificação Científica da Face Humana

O FACS – Facial Action Coding System é um sistema para taxonomizar expressões faciais humanas, desenvolvido pelo Dr. Paul Ekman e Wallace Friesen na década de 70, em 2002 teve uma atualização com contribuição do Dr. Joseph Hager e em 2017 atualizado novamente pelo Dr Freitas Magalhães. Esse não é exatamente um livro, mas um manual de codificação científica da face humana.

Está mais indicado para quem deseja compreender como os músculos da face se ativam com as emoções. Pode soar um pouco complicado no início, mas o FACS mesmo tendo características científicas, o que sugere confusão e terminologias complicadas de se compreender, é muito mais simples do que parece.

Apesar do manual não ser algo tão didático, seu conteúdo é muito rico e indico verdadeiramente nos livros de Linguagem Corporal para quem deseja aprender sobre Micro Expressões Faciais.

Facial Action Coding System 3.0

Autor: Freitas Magalhães

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88bc7aa48f

17 – How Emotions Are Made: The Secret Life of the Brain

Esse livro, escrito pela psicóloga e neurocientista Lisa Feldman Barrett, faz provocações interessantes acerca das emoções humanas.

Por que as emoções parecem automáticas? O pensamento racional realmente controla a emoção? Como a emoção afeta a doença? Como você pode tornar seus filhos mais emocionalmente inteligentes?

Quando falamos de comportamento, Linguagem Corporal, Micro Expressões Faciais, falamos de emoções externadas. A pesquisa da Dra Feldman busca justamente trazer respostas que antes estavam equivocadas.

Sua pesquisa anula a crença generalizada de que as emoções estão alojadas em diferentes partes do cérebro e são universalmente expressas e reconhecidas. Em vez disso, ela mostrou que a emoção é construída no momento, por sistemas centrais que interagem em todo o cérebro, auxiliados por uma vida inteira de aprendizado. Suas repercussões já estão abalando as fundações não apenas da psicologia, mas também da medicina, do sistema legal, da educação dos filhos, da meditação e até da segurança dos aeroportos.

Ainda não tem uma versão em português, mas ainda assim é um exemplar que merece ser colecionado.

How Emotions Are Made

Autora: Lisa Feldman Barrett

Livro Físico: http://compre.vc/v2/8830f5ddb9

Livro Digital: http://compre.vc/v2/8865dcb46f

18 – Hard Feelings: The Moral Psychology of Contempt

O autor  Macalester Bell, usando uma ampla variedade de exemplos, fornece uma explicação da natureza do desprezo, suas virtudes e vícios. Enquanto alguns insistem que o desprezo é sempre inadequado por causa de seu globalismo, Bell argumenta que essa objeção descaracteriza as avaliações da pessoa no centro do desprezo. O desprezo é, em alguns casos, a melhor maneira de responder à arrogância, à hipocrisia e a outros vícios de superioridade. 

O desprezo tem um lado sombrio e formas inatas de desprezo estruturam uma série de males sociais. O racismo é melhor caracterizado como uma forma especialmente perniciosa de desprezo inapto, e o relato de desprezo de Bell nos ajuda a entender melhor a maldade moral do racismo. Argumenta-se que a melhor maneira de responder ao desprezo racial é mobilizar um forte contra-desprezo pelos racistas.

Infelizmente você não encontrará em português, mas se você está buscando se aprofundar em comportamento, esse livro precisa ser lido por você.

Hard Feelings

Autor: Macalester Bell

Livro Físico: http://compre.vc/v2/887d826d74

19 – The Anatomy of Disgust

Mais um livro com estudos dedicados a uma das emoções humanas, o nojo. William Ian Miller busca trazer nesse livro a importância do nojo para a vida como um todo.

Miller argumenta que o desgosto está profundamente enraizado em nossa ambivalência com a vida. Quando estamos enojados, estamos tentando estabelecer limites, para nos proteger.

O nojo é uma emoção de grande proteção para nossa vida. É por meio dele que identificamos quando algo é tóxico ou não irá nos fazer bem. Dessa maneira, ele entra em ação para nos proteger.

The Anatomy of Disgust

Autor: William Ian Miller

Livro Físico: http://compre.vc/v2/8867e5df45

Livro Digital: http://compre.vc/v2/8828e6ec3e

20 – Anger: The Misunderstood Emotion

Mais um livro com a temática toda voltada para uma única emoção, como o próprio título menciona, RAIVA.

Escrito pela Dra. Carol Tavris, o livro faz um panorama bem completo sobre uma das emoções mais perigosas que podemos sentir. O livro busca também desvendar mitos relacionados a essa emoção, como a supressão da raiva pode ser algo ruim e como externá-la pode ser bom.

Em sua nova edição, o livro tem algumas atualizações interessantes e muito relevantes como:

  • As 5 condições sob as quais a raiva provavelmente será eficaz ou não eficaz;
  • Estratégias para resolver problemas específicos como, raiva crônica, lidar com pessoas difíceis, vitimização e crianças agressivas.

Infelizmente não existe uma edição em português para esse livro. Apesar de não ser diretamente um dos livros de Linguagem Corporal, sua leitura faz total diferença quando queremos entender como as emoções estão sendo projetadas e como podemos lidar com elas quando são externadas.

Anger: The Misunderstood Emotion

 

Autor: Carol Tavris

Livro Físico: http://compre.vc/v2/88e1f6e41d

Livro Digital: http://compre.vc/v2/880bbd16c9

21 – Body Language: It’s What You Don’t Say That Matters

Mesmo não sendo um livro específico para uma determinada área da Linguagem Corporal, a leitura desse livro se torna obrigatória por aqueles que desejam aprender mais sobre o tema.

Em seu livro, ele aborda elementos da comunicação não verbal, que em muitas vezes são deixados de lado. Trata de alguns mitos relacionados à Linguagem Corporal de maneira simples de ser compreendida.

Seja nos negócios, vida pessoal ou social, esse livro pode ajudar muito o leitor a desenvolver novas habilidades.

Robert Phipps, é um dos maiores especialistas em Linguagem Corporal do planeta. Além de ser meu amigo pessoal, está conosco no Workshop Online de Linguagem Corporal com uma palestra mostrando o que está muito além da Linguagem Corporal.

Body Language: It's What You Don't Say That Matters

Autor: Robert Phipps

Livro Digital: http://compre.vc/v2/88c293025f

 

 

Emoção e Sentimento

Emoção e Sentimento, Qual é a diferença?

Emoção e Sentimento, o que diferencia uma coisa da outra, ou é tudo igual?

É comum vermos pessoas fazendo confusões entre emoção e sentimento. Minhas caixas de entrada nas redes sociais ficam lotadas desse tipo de dúvida.

“O meio científico é lindo, porém confuso e desnecessário se seu objetivo não é aprofundar no tema.”

Faço o uso de analogias para simplificar e clarear uma informação que muitos gostam de complicar, para parecerem mais cultos ou com conhecimentos mais avançados.

O início da Emoção e Sentimento

Existem estudos que comprovam que a formação da Emoção e Sentimento inicia-se quando ainda está no útero materno.

Todos sentimentos e emoções dos pais durante a gestação de uma criança, transfere para o feto. Até a fase dos sete anos de idade, ele absorve e registra as crenças que irão se formar no seu padrão comportamental, na fase da pré-adolescência, adolescência e posteriormente na adulta.

O Erro de Descartes

Para falarmos sobre Emoção e Sentimento, precisamos evocar aqui um livro de suma importância que contribuiu para compreendermos melhor aquilo que antes era tratado como apenas filosofia. O Erro de Descartes, escrito por Antônio Damásio.

René Descartes foi o pai da da filosofia moderna, revolucionando a matemática e o pensamento científico. Descartes é considerado o maior nome do racionalismo, doutrina que postula a razão como a única fonte capaz de fornecer uma base segura para o conhecimento – “penso, logo existo”.

“Fique frio, use a razão, não deixe a emoção tomar conta, mantenha o foco na razão, “são termos que advém dos gregos para separar a alma=razão do corpo=matéria.

Descartes defende que emoções são separadas do corpo, já Damásio o contesta dizendo que tudo faz parte de um mesmo mecanismo. Olhando pela perspectiva evolutiva, se não tivesse o cérebro, não existiria também o corpo ou, se não existisse o corpo, também não haveria o cérebro.

O ambiente é registrado em nosso organismo de diversas maneiras: Visão, audição, mucosa nasal, papilas gustativas. Os estímulos são enviados para os córtices sensoriais referente a cada um deles. O que isso quer dizer é que nosso corpo e mente interagem entre si. As relações entre ambos são imediatas.

Todas as representações que nosso cérebro cria para descrever uma situação, dependem de interações entre cérebro e o corpo.

A relação da Emoção e Sentimento

Emoção é um conjunto de respostas químicas/neurais baseadas nas memórias emocionais. Emoção surge quando o cérebro recebe estímulos externos. Conforme expliquei no tópico acima, os estímulos enviados aos córtices sensoriais.

Emoção e Sentimento

As emoções são inerentes, elas não tem absolutamente nenhuma relação com o que se passa na mente. Existem sete emoções primárias universais em todo ser humano. Essas emoções existem em outras centenas de variações que já estão sendo estudadas.

Emoções podem ser percebidas através do corpo, rosto, gestos, posturas.

Como surgem às emoções? Leia nosso artigo e descubra!

Os sentimentos são as experiências mentais adquiridas acerca daquela emoção. Enquanto podemos distinguir qual emoção está sendo sentida diante de um evento, o sentimento você não consegue distinguir. Em outras palavras, sentimentos são auto percepções que tenho de minhas emoções.

Sentimento e emoção é a diferença entre o que é mental e comportamental.

Exemplo 1

Suponhamos que você esteja sem ver uma pessoa que você gosta muito, por um bom tempo, a emoção ao encontrar com essa pessoa é a de felicidade (emoção).

Já o sentimento, é uma resposta à essa emoção: Ficou feliz por que sentia saudades (sentimento)

Apesar de serem coisas diferentes, elas estão ligadas. Um depende do outro. Tanto a criação do sentimento depende de uma emoção, quanto as emoções dependem de sentimentos.

Exemplo 2:

Imagine que você contratou um serviço e ele não foi entregue, a pessoa contratada sumiu com seu dinheiro e você não tem a grana e muito menos o trabalho e, pior, o profissional desapareceu. Qual é o sentimento? Indignação, injustiça, pu… da vida, dentre outros “adjetivos” que utilizamos para ilustrar, enquanto que nossa emoção nesse caso, seria a raiva, manifesta no organismo.

Desenvolvendo sua percepção para analisar pessoas

É comum haver confusões ao fazer análises em relação a Emoção e Sentimento. As vezes uma pessoa tem uma percepção acerca de um possível sentimento, quando na realidade se trata de uma emoção. Isso porque quando estamos olhando para uma imagem, tendemos a nos transportar para dentro dela, tentando imaginar como a outra pessoa está sentindo diante daquela situação, mas devemos tomar cuidado com a tentação do julgamento.

Por esse motivo, sempre precisamos analisar o conjunto das situações, para que dessa maneira possamos chegar ao mais próximo possível do que realmente aparenta ser.

Os três tipos de emoções

  • Emoções Primárias: São as sete emoções universais, inatas: Raiva, Tristeza, Medo, Desprezo, Nojo, Felicidade e Surpresa.
  • Emoções Secundárias: São tidas como emoções sociais, dependem de fatores externos, sócio-culturais: Culpa, vergonha, orgulho, dentre tantas outras que compõem essas emoções.
  • Emoções de Fundo: Estão relacionadas com o bem estar ou com mal estar interno. São induzidas por estímulos internos levando o organismo a um estado de fadiga ou energia, tensão ou relaxamento, satisfação ou frustração, refletindo em variações na postura e nos movimentos.

Etapas primordiais para seguir em uma análise:

O primeiro passo é analisar qual a expressão facial da pessoa, ou seja, identificar a emoção primária.

Por exemplo:

Passo 1 – A pessoa está com uma expressão/emoção de felicidade no rosto.

Em seguida, analisamos o contexto em que aquela emoção acontece:

Passo 2 – A pessoa está feliz porque recebeu um aumento de salário

Quais sentimentos podem estar envolvidos: (não dá pra chegar a uma conclusão certa nesse ponto) Euforia, gratidão, senso de merecimento,

Passo 3 – Quais elementos reforçam essa felicidade além da expressão na face?

O jeito de gesticular, a maneira de falar, seu comportamento é congruente, por isso é verdade. Se algum elemento não for congruente, então pode ser que essa emoção/expressão não seja verdadeira.

Agora você sabe a diferença entre Emoção e Sentimento, para quando for analisar uma pessoa. Lembrando que a ideia da postagem é justamente simplificar algo que muitos se vangloriam de complicar.

Conhecimento foi feito para ser compartilhado e simplificado da melhor maneira possível.

Sugestões de Leitura

Emoções Refletem a Linguagem Corporal

Cruzar os Braços

Cruzar os Braços é proibido? – Academia de Linguagem Corporal

Cruzar os braços pode trazer significados diferentes e interpretações equivocadas. Apesar, claro, de que toda pose é feita para demonstrar uma imagem, nem sempre ela quer dizer que aquilo que você está tentando passar, é coerente com sua intenção.

Braços cruzados são típicos em fotos de perfis profissionais, basta dar uma corrida de olhos no Linkedin e irá deparar com pelo menos 80% das fotos de perfis com braços cruzados.

Algumas pessoas acreditam que essa imagem os façam ser percebidos como “mais profissionais” e diferenciados… Mas como ser diferenciado se todo mundo sai na foto do mesmo jeito?

Cruzar os Braços, mitos ou verdades?

Em todas as categorias profissionais, os mitos são aqueles temperos que servem para mexer com a imaginação das pessoas que não tem certeza ou não sabem o bastante suficiente para tratar do assunto.

Algumas pessoas ainda viajam literalmente na maionese e criam mitos em cima de outros mitos e quando você percebe, se torna mais um folclore do que propriamente um assunto sério que você estudou durante anos.

Cruzar os braços é um mero detalhe. Posso ir mais longe e dizer que a maioria das interpretações associadas a essa postura, é tão falsa quanto aos movimentos oculares, que segundo alguns “especialistas” você pode descobrir se uma pessoa está dizendo verdade ou mentira através desses movimentos.

Temos um artigo onde falamos sobre alguns mitos da Linguagem Corporal

Olhe o “todo”

Mas quando você cruza os braços, a imagem repassada não é a mesma de que uma pessoa com braços abertos. Sim, e é verdade, se você não tem nada lhe servindo como barreira, uma imagem de confiança é repassada, mas não quer dizer que sempre o ato de cruzar os braços significará que a outra pessoa não está interessada no que você está dizendo, ou que ela está se trancando. Precisamos levar em conta sempre os contextos!

Poder

Quando olhamos para uma imagem de um segurança, é comum depararmos com uma pessoa forte cruzando os braços, tendo os bíceps torneados, peitos estufados e tronco ereto. Uma característica de que a pessoa está tentando parecer ser maior do que o normal para inibir um possível agressor.

Self Hug

O Self Hug, ou o autoabraço é comum pela maioria das pessoas, seja em público ou privado, é um ato inerente de buscar conforto.

Concentração

Tendemos a tomar essa postura quando ouvimos outra pessoa falando ou quando estamos prestando atenção em algo. Essa atitude não é uma maneira de demonstrar desinteresse, mas uma maneira que o corpo busca confortar-se.

Insegurança

Cruzar os braços também pode significar que uma pessoa está com medo, insegura ou sentindo-se desconfortável com algo que está sendo tratado. E nesse contexto cabe o auto-toque, uma tentativa de buscar pelo conforto.

O autoabraço pode ser uma busca pelo alívio do estresse, pois inconscientemente acariciamos nossos bíceps e em alguns casos, as auto carícias no pescoço que demonstram tentativas de aliviar a tensão.

Frustração

Esse é um comportamento mais infantil, pode ser notado com mais frequência em crianças quando são contrariadas por algo. Apesar de alguns adultos com atitudes infantis também deixar esses comportamentos serem transparecidos.

Inferioridade

Enquanto um segurança tende a parecer maior, aumentando seu tamanho através do cruzar dos braços, uma pessoa que se sente submissa pode cruzar os braços tentando se proteger e diminuir seu tamanho. Nesse caso, a pessoa curva-se para dentro buscando proteção.

Ambiente Frio

Quando sentimos calor, separamos braços, pernas deixando o mais longe possível do corpo para evitar de suar. Em caso de frio, buscamos o oposto. Queremos sentir cuidados e o auto-contato proporciona gerar mais calor.

Quando expostos em ambientes onde o ar condicionado está fora dos nossos padrões climáticos, o reconforto é buscado através do cruzar de braços.

Lembre-se novamente dos Contextos

Como tudo aquilo que foi dito nesse artigo depende muito do contexto a ser analisado, precisamos antes de fazer nossas análises não verbais, analisar não somente uma postura ou um gesto, mas estar atento ao corpo e às micro expressões faciais, assim como também ao lugar e a situação exposta.

Uma análise só é válida se você levar em conta esses elementos, caso contrário, você passa a presumir que seja verdade, o que passa apenas de um mito.

Na foto acima, podemos ver que os braços cruzados de Donald Trump são apenas um detalhe quando olhamos para a expressão de desprezo em seu rosto.

Os braços aqui podem trazer duas interpretações:

  • insatisfação com algo,
  • simplesmente conforto.

Repare que as pernas parecem estar abertas, o paletó aberto e o abdomen para cima. Mas se olharmos para o sorriso de desprezo, fica fácil notar o sentimento de superioridade e não de fechamento.

Ao analisar uma foto, é preciso saber em que situação ela foi tirada, para evitar julgamentos maliciosos e que não condizem com a verdade.

 

Linguagem Corporal de Poder

Linguagem Corporal de Poder

Linguagem Corporal de Poder, existe ou será que essa tal afirmação não passa de um mito motivacional para vender mais livros e cursos ou realmente a fisiologia do corpo pode alterar o estado mental?

Nesse post, prometemos revelar tudo sobre Linguagem Corporal de Poder!

Linguagem Corporal é ciência!

Ao falarmos de linguagem corporal devemos nos lembrar que estamos falando de ciência e não de pragmatismo. Por esse motivo, mesmo que o lado empírico manifeste, e é importante que isso aconteça, pois é através dele que lapidamos melhor alguns conceitos, devemos estar atentos ao que é experiência adquirida e o que possui base científica, mas sem gerar conflitos.

Digo isso pelo fato de que mesmo havendo respaldo científico, interpretações diferentes podem acontecer com frequência, gerando visões diferentes sobre um mesmo assunto.

Já disse isso em outro post e digo isso constantemente dentro dos cursos: Tesla assim como Einsten eram dois gênios, ambos atuavam em áreas similares e ambos divergiam constantemente. Porém, ambos estavam corretos, cada um da sua maneira contribuiu para que a física se tornasse o que é hoje.

Estudos científicos não são diferentes, haverão diversos estudos e interpretações divergentes que no final acabam se cruzando.

Como a confiança surge no cérebro

O córtex orbitofrontal é o responsável pela avaliação nos resultados da aprendizagem e tomada de decisão.

Segundo uma equipe de cientistas da Fundação Champalimaud, quanto maior o tempo que uma pessoa espera para agir, mais confiante essa pessoa demonstra ser, pelo fato de não agir por impulso (o que caracteriza tomadas de decisões feitas por algo como fosse uma única oportunidade).

Uma vez a confiança instalada de forma que nos beneficie, ela se desenvolve e nos proporciona novas tomadas de decisões cada vez mais confiantes. Ou seja, uma vez que o caminho da confiança seja descoberto, isso faz com que uma pessoa torne-se mais confiante para tomar outras decisões posteriores.

Um dos primeiros a levar esse estudo  para o campo do empreendedorismo, foi o escritor e palestrante motivacional T. Harv Eker, que através da comunicação mental para o corpo, a confiança poderia ser percebida através das ações.

Segundo Harv, Pensamentos conduzem a sentimentos > Sentimentos conduzem a ações > Ações conduzem a resultados.

Ainda que na época que Harv escreveu isso em seu livro, Os Segredos da Mente Milionária – 1992, que se tornou Best Seller mundial, não tendo respaldo e sendo compreendido como um material motivacional a ser vendido para lucrar, posteriormente vieram outras pessoas trazendo linhas de raciocínios similares.

Podemos experimentar essas sensações de maneira mais simples do que fazendo grandes estudos. Procure lembrar de uma comida que você adora e verá as expressões nascendo no seu rosto ou tente lembrar de uma comida que te dá nojo e veja o que acontece.

Essa afirmação atesta que, o modelo mental influencia nos estados internos que refletem nos externos.

Poder através da postura corporal

A neurociência nos ensina que tanto o nosso estado mental influencia nas posturas que adotamos, como nossa postura também tem o poder de influenciar nossos estados mentais.

Veja aqui o vídeo da Dra. Amy Cuddy

A responsável por essa pesquisa, psicóloga Dra. Amy Cuddy, que em uma palestra no TED, Power Poser, fez afirmações reveladoras sobre os anos que passou estudando o comportamento das pessoas que mantinham pose de vencedor X pessoas que mantinha pose de perdedor.

(A Academia Internacional de Linguagem Corporal, foi uma das maiores responsáveis por ter divulgado os estudos da Dra Amy Cuddy no Brasil quando sua palestra foi ao ar no TED.)

Amy, explica que uma postura de poder pode gerar sensação de poder no cérebro, e por esse motivo fazer com que uma pessoa sinta-se mais confiante. Da mesma maneira, uma postura de fracasso poderá fazer com que uma pessoa não tenha confiança suficiente para tomar certas decisões.

Níveis de cortisol, serotonina e testosterona podem ser liberados através da postura que adotamos.

Muitos ao ouvirem essa pesquisa, não haviam entendido que o que Amy Cuddy fazia, era na realidade nos alertar para posturas que ficamos na maior parte do tempo e como elas interferem no cotidiano.

É comum uma pessoa deixar de produzir resultados satisfatórios dentro de uma organização, simplesmente por ela ter adotado uma postura curvada, que aparentemente, é algo normal, porém tem influenciado no seu trabalho sem que se dê conta disso.

Dana Carney, Andy J. Yap e Amy Cuddy, realizaram outro estudo com base no que a própria Amy havia feito anteriormente, intitulado “Brief Nonverbal Displays Affect Neuroendocrine Levels and Risk Tolerance” que teve a finalidade de descobrir se eram nossas mentes que mudavam nossa postura ou se eram as posturas que mudavam nossas mentes.

Uma simples mudança, uma grande transformação

Um estudo alemão chamado, Inhibiting and Facilitating Conditions of the Human Smile: A Nonobtrusive Test of the Facial Feedback Hypothesis algo como “ (”Inibindo e Facilitando as Condições do Sorriso Humano: Um Teste não invasivo da Hipótese de Retroalimentação Facial”), conduzido pelos cientistas Fritz Strack e Leonard L. Martin, da Universidade Mannheim,

Comprovou que uma simples caneta na boca, poderia causar uma sensação de felicidade nas pessoas que fizeram parte do experimento.

O grupo foi dividido em dois:

  • Um segurava as canetas na ponta dos dentes, enquanto outro grupo segurava a caneta atravessada nos lábios.
  • Ambos iriam ver gravuras iguais e em nenhum deles foi solicitado que sentisse raiva ou felicidade, apenas que apreciasse as gravuras na qual seriam expostos.

Os participantes que tinham a expressão de felicidade ativada mecanicamente pela caneta, acharam as gravuras mais engraçadas do que aquelas que não foram ativadas.

Por meio dos receptores sensoriais que podem ser manifestados involuntariamente (quando aquele acontece de forma expontânea) ou voluntariamente (quando provocado mecanicamente), enviam estímulos ao cérebro para que ele haja de acordo com o estímulo enviado.

A relação humana X animal

Podemos encontrar explicações sobre essas indagações no reino animal, onde a maior riqueza de estudos pode ser facilmente observada através do comportamento dos animais.

Charles Darwin e Desmond Morris já nos deu forte indícios sobre as heranças que herdamos dos animais ao longo dos milênios.

Enquanto Darwin observava a evolução das espécies e semelhança entre expressões faciais, Morris entrava no comportamento. A semelhança entre o que fazemos e como fazemos pode ser facilmente percebida.

Mesmo que o motivo seja diferente, a representação, interpretação e reações são as mesmas. A linguagem corporal de poder manifesta em ambos os reinos.

Tendemos a projetar uma postura de confiança pelo fato de querermos ser maiores que nossas dificuldades ou oponentes.

Quanto maior for, mais sentimento de confiança é desencadeado no nosso cérebro.

Ainda que não acredite nas colocações por alguma crença religiosa, (e aqui não estamos discutindo sobre elas, apenas trazendo panoramas científicos sobre comportamentos), precisamos olhar para o comportamento humano com olhar de ceticismo, mas sem deixar que o cinismo tome conta.

Ser cético é estar aberto à novas colocações, posições e percepções, enquanto ser cínico, é invalidar o que o outro diz apenas pelo fato de não querer estar errado.

Como posso adquirir confiança no dia a dia?

Existem diversas formas simples que podem ser feitas por você. Principalmente se for para lidar com uma situação que requer força e confiança excessivas, você pode adotar tal postura.

E a verdade é que você não precisa ser nenhum especialista em comportamento humano ou gastar centenas de reais do seu precioso dinheiro para aprender a fazer isso.

Em outro artigo, ensinamos como ter mais confiança

A utilização de um estado de recursos que você possa ativar diante dessas situações, proporcionará a você uma maior performance ao ter que lidar com situações que podem consumir muito sua energia.

A preparação mental é a primeira que deve ser feita, mas a física através da postura, é a que contribuirá de fato para que você chegue marcando sua presença.

Um clássico exemplo e que ficou conhecido mundialmente pela sua maneira “exótica” de se apresentarem antes dos jogos, foi a seleção Neozelandesa de rugby, All Blacks.

Os All Blacks realizam antes de cada disputa a performance da haka, uma dança maori. Ainda que por algumas pessoas o Haka passa uma imagem de incomodo, devido os atletas cerrarem o punho e passar pelo pescoço como estivessem degolando seu oponente e ter pisadas fortes, seu verdadeiro sentido é a demonstração de orgulho, força e união de uma tribo. O haka é uma dança que era utilizada antes das batalhas como também no momento para expressar paz.

Os resultados proporcionados por essa dança, podem ser traduzidos em resultados. A Nova Zelândia é a maior produtora de atletas de rugby da atualidade e campeã de títulos.

Todos aqueles que experimentam essa dança percebem que os níveis de cortisol e serotonina alteram no organismo. Proporcionando à ela, mais disposição e determinação para cumprir alguma tarefa desafiadora.

Linguagem Corporal de Poder é solução para meus problemas?

Certa vez, uma pessoa me disse que um famoso coach lhe ensinou que, se tivesse uma linguagem corporal de poder, então ela não precisaria mais aprender novas técnicas para lidar com situações conflituosas, que tudo poderia ser desencadeado através do corpo.

Linguagem Corporal de Poder é apenas onde tudo se inicia!

Como mencionei em outra parte do artigo, precisamos separar o cinismo do ceticismo, mas também separar o que é exclusivamente ensinado com fins comerciais daquilo que é transmitido com intenção de nos preparar para sermos melhores.

Ter uma linguagem corporal de poder não resolverá seus problemas, nem tampouco será a solução para sua vida, nem fará com que você seja melhor do que o outro. Mas, ter uma linguagem corporal de poder e saber quando e como utilizá-la, será o começo para que as transformações comecem a acontecer na sua vida.

 

Linguagem Corporal da Sedução

A Linguagem Corporal da Sedução

Linguagem Corporal da Sedução, quais os principais sinais?

Nesse artigo iremos mostrar quais são os sinais de uma Linguagem Corporal da Sedução do público feminino e como os homens entendem esses sinais.

A Linguagem dos Olhos

Tudo inicia através do olhar, o tipo de contato visual pode gerar uma profusão de reações em seu alvo. Pode também intimidar, demonstrar rejeição ou medo.

As interpretações podem ser diversas, mas se o objetivo é conquistar seu alvo, mantenha conexão visual por 3 segundos e dê um leve sorriso ao desviar o olhar. Aliás, desviar o olhar como deixa para uma segunda ação por parte da outra pessoa, é elemento que as mulheres sabem utilizar bem, principalmente se o desvio do olhar é baixando as pálpebras como estivesse olhando para baixo.

Um dos fatores mais interessantes na Linguagem Corporal da Sedução, e difícil ser percebido em olhos de tonalidade escura, são as pupilas dilatadas quando há sinal de interesse. Em olhos claros é mais fácil de ser percebido.

Quando uma pessoa demonstra interesse por algo que vê em sua frente, suas pupilas dilatam em até 3 vezes mais do próprio tamanho.

Pupilas Dilatadas

Da mesma maneira que pupilas dilatadas representam sinal de interesse por parte da outra pessoa, elas também chamam a atenção de quem a percebe.

As prostitutas chinesas e egípcias da antiguidade utilizavam beladona nos olhos para aumentar o tamanho das suas pupilas.

Ao olhar de relance para essa foto, possivelmente você terá mais interesse em olhar para imagem que está a direita.

A Linguagem dos Lábios

A Linguagem Corporal da Sedução nos lábios, é a mais fácil de ser percebida e utilizada para conquistar seu alvo. A real função do batom é realçar as linhas que formam seus desenhos.

Lábios

Lábios finos representam discrição, reservada. Lábio inferior mais grosso que o superior é sinal de romantismo. Lábio superior mais grosso que inferior representa sensibilidade e fortes emoções. Ambos os lábios carnudos é sinal de determinação e sensualidade.

A Linguagem dos Cabelos

Após menstruarem pela primeira vez, as mulheres muçulmanas utilizam um véu para cobrir os cabelos. Ainda que seja radical e destoa da interpretação de quem não segue a religião islâmica, os cabelos são fortes fontes de sedução para as mulheres.

Cabelos

E esse não é um privilégio das que possuem cabelos longos, mesmo as que cortam bem curtinho, conseguem exercer fascínio.

Mesmo sem saber tecnicamente dessa informação, o motivo pelo qual as mulheres cuidam de seus lindos cabelos e gastam pequenas fortunas com o cuidado, não é em vão.

Mulheres com cabelos curtos, tendem a transparecer imagem de mais seguras de si, devido o pescoço ficar exposto.

A Linguagem Corporal da Sedução feminina é mais valorizada e atraente quando os cabelos são utilizados para insinuar desejo.

A Linguagem do Pescoço e Orelhas

A zona erógena mais exposta de todo ser humano é o pescoço. O uso de lenços no pescoço ou adornos, podem ser uma barreira para o alvo desejado. Quanto mais livre estiver o pescoço, mais convidativo se torna.

Pescoço

Toda parte do pescoço é atraente aos olhos do homem, mas a principal que o instiga, é a região da orelha. Deixar a orelha descoberta, é um forte sinal (inconsciente) de que deseja ouvir algo agradável. Algumas mulheres são mais ousadas, fazem tatuagens nessa região. Esse é um sinal claro como: OLHEM AQUI.

A Linguagem Corporal da Sedução faz parte do cotidiano das perfumarias, é por esse motivo que os anúncios das grandes marcas focam na maioria das vezes na região do pescoço.

Pescoço e orelhas expostas juntamente com uma das mãos no cabelo, pode ser  interpretado como um sinal de flerte.

A Linguagem Ombros e Colo

Já dizia os versos de Felipe Fortes:

Dos pés às suas mãos sou todo admirado,
Mas nos ombros,
Nos ombros…
Eu me calo e perco-me da vida,
Da busca por uma vida sem direção…
Apenas labiar toda manhã
Sua epiderme em toque de maçã.”

Os ombros desnudos são um convite a mexer com a imaginação do homem. A associação é feita por ser a parte onde inicia-se o colo. Foi nessa região que ele passou boa parte quando bebê e se sentia seguro. Freud estava certo com o complexo de Édipo.

Colo

A Linguagem Corporal da Sedução no colo tem grandes representações para o público masculino. Mulheres que utilizam decote criam dois estímulos para o homem: fertilidade e sensualidade.

Dentre os apelos do colo, estão: segurança e carinho. A base do colo é ampla e a cabeça se encaixa bem nessa região.

A Linguagem dos Pulsos e Axilas

Talvez você já saiba que os pulsos são uma das áreas mais delicadas do corpo humano. É nessa região que algumas pessoas quando estão dispostas a tirarem suas vidas, acabam cortando. Pulsos são extensões dos braços, ou seria início? São áreas que estimulam outras pessoas.

Pulso

Mas e as axilas, o que tem a ver com Linguagem Corporal da Sedução?

As axilas são os locais por onde transpiramos com mais frequência. O Suor em alguns casos funciona como afrodisíaco. Apesar dessa característica ser percebida mais facilmente pelas mulheres no público masculino. Trata-se de um processo bioquímico onde o corpo transpira e inebria a outra pessoa. (antes que interpretem erroneamente, esse tipo de suor não tem absolutamente nada a ver com falta de higiene.)

A Linguagem das pernas

Sharon Stone no filme Instinto Selvagem demonstrou o poder que uma cruzada de pernas possui. Um dos elementos que mais mexe com a imaginação dos homens, são as cruzadas de pernas das mulheres quando vestem saias justas.

Sharon Stone

Saias ou vestidos justos, longos até altura dos joelhos ou curtos, exercem mais fascínio do que qualquer outra peça de roupa.

O sentido de descobertas aflora no homem, é justamente por esse motivo que roupas curtas tendem a chamar mais a sua atenção.

A Linguagem dos pés

Apesar de ser uma parafilia, podolatria pode ser definida como uma atração pelos pés, como se eles fossem uma zona erógena. O fetiche pelos pés corresponde ao mesmo tipo de estímulo das pessoas que tem preferências por seios, orelhas, coxas…

Salto

Pés bem cuidados, com unhas bem feitas e a utilização de sandálias de salto alto, tendem a valorizar a imagem de sensualidade do público feminino.

Gostou do artigo? Você pode aprender isso e muito mais no Workshop de Linguagem Corporal. Clique na imagem e saiba como participar.

1 2 3
Após essa experiência, seu modo de observar as pessoas nunca mais será o mesmo!
Aprimore suas habilidades
Saiba Mais
Se você entender de pessoas, entenderá de qualquer negócio!
COACH
CLIQUE AQUI E BAIXE SEU EBOOK
Get 40% OFF
Join our newsletter and get 40% off your next purchase
Subscribe Now
Clique aqui e baixe agora seu Ebook
Aprenda Como Criar Rapport
Clique para baixar
Get a Shocking Discount!
Get 85% OFF on all our selected products
Check it out